0
Logo do São Paulo
Foto: terra

São Paulo

Edimar aposta no Morumbi para São Paulo se salvar: "Nossa fortaleza"

11 ago 2017
08h03
  • separator
  • comentários

O São Paulo aposta na força do Morumbi lotado para se salvar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O primeiro passo é vencer o Cruzeiro, neste domingo, em casa, pela rodada de abertura do returno da competição. Até a última quinta-feira, 41 mil ingressos haviam sido vendidos de forma antecipada.

Vindo de derrotas para Coritiba e Bahia (2 a 1), o Tricolor ocupa o 17º lugar da competição, com 19 pontos ganhos. Se derrotar os mineiros no Morumbi, ao menos momentaneamente, a equipe deixará a zona da degola. Isso porque a Chapecoense não joga na rodada, já que o clube catarinense disputará um amistoso no Japão, no dia 15.

"Impossível olhar para tabela e não ver o que estamos sofrendo, saber o que todos tem sofrido pelo fato de o São Paulo estar na zona de rebaixamento. Temos que começar o segundo turno com força total, corrigir o que erramos no passado, e dar o nosso melhor no presente. O torcedor é muito importante na nossa caminhada, então esperamos começar o segundo turno da melhor maneira possível", bradou o lateral esquerdo Edimar.

Mas, para fazer de sua casa um lugar hostil aos visitantes, o São Paulo terá de melhorar seu desempenho no Morumbi. O time treinado por Dorival Júnior possui apenas a décima melhor campanha como mandante do Brasileirão, tendo quatro vitórias, três empates e duas derrotas, aproveitamento de 55% dos pontos disputados.

"Estamos jogando dentro de casa juntamente com nosso torcedor, que tem nos apoiado. E acho que nosso primeiro passo começa dentro de casa. Fazer do Morumbi um forte e começar a ganhar para buscar pontos fora também. Nossa fortaleza tem que ser o Morumbi", frisou Edimar.

Como disse o experiente lateral de 31 anos, apoio não tem faltado ao São Paulo no Morumbi. A torcida tricolor ostenta o recorde de público do Brasileiro, estabelecido no revés por 2 a 1 para o Coritiba, em 3 de agosto, com 53.635 pagantes.

"O São Paulo precisa vencer para sair dessa situação. Vamos jogar no Morumbi, diante do nosso torcedor, que mais uma vez vai lotar. Está nos apoiando de uma maneira muito bacana. Esperamos ter o Morumbi cheio para fazermos um grande jogo", concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade