6 eventos ao vivo

Daniel Alves pode voltar à lateral e 'atrapalhar' esquema de Fernando Diniz

Sem Juanfran e com a possibilidade de perder Igor Vinícius, treinador deve contar com o experiente jogador em sua posição de origem

15 out 2020
07h52
atualizado às 07h52
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Fernando Diniz não se cansa de elogiar o meia Daniel Alves. Para o treinador, o retorno do jogador, há cinco rodadas, ajustou o São Paulo, que se encontrou com um quarteto ofensivo. Mas, por causa das lesões de Juanfran e agora Igor Vinícius, o técnico pode ser obrigado a usá-lo na lateral-direita, o que vai "atrapalhar" seu esquema.

Igor Vinicius sentiu um desconforto na posterior da coxa esquerda durante o empate por 3 a 3 com o Fortaleza e passará por avaliação. Mas já está fora do jogo de sábado diante do Grêmio, no Brasileirão. Juanfran havia sofrido lesão no joelho esquerdo e ficará ao menos um mês fora.

Justo agora que Fernando Diniz "encontrou" a formação ofensiva ideal com Daniel Alves, Gabriel Sara, Luciano e Brenner. "O Daniel Alves tem a possibilidade de jogar, tem o Tchê Tchê também que sabe jogar por ali. A gente vai avaliar até o final de semana. Vamos pensar como ocupar o lado direito", afirmou o treinador, visivelmente chateado com a obrigação de mexer no esquema.

Daniel Alves virou a voz do treinador no campo. Ele orienta a equipe e acalma os meninos Brenner e Sara, que conseguem render mais com o experiente meia no auxílio.

Apesar da falar em Tchê Tchê, Diniz não deve correr riscos diante do Grêmio, que tem Alisson e Pepê nas beiradas. O técnico promete trabalhar bastante para resolver o problema e, mais uma vez, acertar a defesa.

Levar três gols, dois em contragolpes, voltou a irritá-lo. "Nós treinamos muito, pois o esquema do Fortaleza era de contra-atacar. E levamos o primeiro e terceiro gols assim. Temos de ceder menos contra-ataque. E corrigir a defesa como fizemos diante do Palmeiras." Os gaúchos devem apostar no mesmo esquema dos cearenses.

Com moral

Além dos elogios a Daniel Alves, o trio Gabriel Sara, Brenner e Luciano está em alta com o comandante. "Eles estão muito bem. O Gabriel vem ganhando confiança, ajuda defensivamente e chega ao ataque para as assistências", avaliou. "E os dois atacantes têm muita intimidade com o gol, assim como o Pablo e o Trellez. Mas estão num momento especial."

Ao lado de Luciano, os jovens vêm sendo decisivos e Diniz teme que uma mudança de peça possa interferir na evolução ofensiva. Se optar mesmo por Daniel Alves na direita, será a contragosto.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade