PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

Crespo evita projetar clássico, mas fala de Abel: "Prazer em enfrentar o último campeão da América"

29 jul 2021 08h01
| atualizado às 08h01
ver comentários
Publicidade

Passada a vitória por 2 a 0 sobre o Vasco, nesta quarta-feira, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o São Paulo agora volta o foco para o clássico contra o Palmeiras, marcado para o próximo sábado, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. Embora tenha evitado projetar o Choque-Rei deste fim de semana, uma prévia das quartas de final da Libertadores, o técnico Hernán Crespo adotou um tom bastante cordial para falar sobe Abel Ferreira.

"Para mim, é um prazer poder enfrentar o treinador que foi o último campeão da América. Nos enfrentamos já três vezes. Para mim, pessoalmente, é uma honra fazer parte, ser protagonista do Choque-Rei. Tenho as melhores referências do Abel [Ferreira] e vamos ter a possibilidade de em breve tomar um café juntos", disse Hernán Crespo.

Apesar da evidente importância do clássico do próximo sábado, Crespo preferiu não tomar tempo da coletiva pós-jogo contra o Vasco para falar sobre o Palmeiras.

"Eu devo conviver com o presente, não posso pensar no futuro, nem no passado. Isso é impossível. Se quero falar com o Abel, vamos tomar um café, porque moramos no mesmo lugar. É uma pessoa que respeito muito, mas aqui falamos a cada três dias. Acredito que falamos muito. Jogamos muito, falamos muito. Mas, neste caso, devemos pensar dia a dia, porque temos a possibilidade de escrever uma nova história", prosseguiu.

"Teremos tempo para falar do jogo contra o Palmeiras, sabendo que é um Choque-Rei. Teremos tempo para falar dele, até porque temos pouco para falar, temos pouco tempo. Vamos pensar e desfrutar a vitória importante [contra o Vasco] que pode, eventualmente, se fecharmos no Rio, nos levar às quartas de final da Copa do Brasil. Aí começamos a penar no Palmeiras", concluiu Crespo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade