PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

Contratação mais cara do São Paulo para a temporada, Orejuela vive momento ruim no Tricolor

Lateral foi contratado por R$ 13,5 milhões, mas vem recebendo menos chances, se fixando como terceira opção de Hernán Crespo para a lateral direita

25 jun 2021 07h04
ver comentários
Publicidade

Contratado no início da temporada, o colombiano Orejuela foi o reforço mais caro do São Paulo, custando R$ 13,5 milhões aos cofres do clube. Entretanto, o lateral não vem de boas atuações e ainda não conseguiu entregar o que se esperava dele.

Orejuela vive fase ruim no São Paulo (Foto: Rubens Chiri/ saopaulofc.net)
Orejuela vive fase ruim no São Paulo (Foto: Rubens Chiri/ saopaulofc.net)
Foto: Lance!

Lateral direito de muita ofensividade, Orejuela tinha muitas condições de encaixar muito bem ao esquema de Hernán Crespo, que joga em uma formação com três zagueiros, substituindo os laterais por alas, ganhando profundidade e ofensividade ao time.

A estreia de Orejuela chamou bastante atenção. Com apenas quatro minutos vestindo a camisa do Tricolor, o colombiano marcou seu primeiro gol pela equipe, sendo o único do time no empate por 1 a 1 contra o Rentistas, do Uruguai. Com uma boa estreia, o jogador deixou uma boa primeira impressão e animou a torcida.

A segunda partida do colombiano pelo Tricolor foi na partida seguinte da Libertadores, contra o Racing, da Argentina, no Morumbi. O jogador, porém, falhou na marcação no gol dos argentinos e o São Paulo saiu de campo com a derrota por 1 a 0.

Depois, voltou a jogar contra o Sporting Cristal, do Peru, também pela Libertadores. O jogador teve uma atuação regular na vitória do São Paulo, por 3 a 0, no Morumbi.

Com o fim da Libertadores e do Campeonato Paulista, Orejuela recebeu oportunidade contra o 4 de Julho, pela Copa do Brasil, no duelo de ida da terceira fase da competição. A partida porém foi desastrosa para o lateral que foi improvisado como zagueiro. Fora de posição, o colombiano fez um gol contra e falhou em outro gol da equipe piauiense, que venceu a partida pelo placar de 3 a 2.

Desde então, porém, o jogador passou a receber menos oportunidades do treinador Hernán Crespo, ficando no banco nas partidas do Brasileirão. Com Daniel Alves afastado por lesão, Igor Vinicius foi o titular.

Na última partida do São Paulo, na última quarta-feira (23), contra o Cuiabá, no Morumbi, pela sexta rodada do Brasileirão, o colombiano ganhou uma nova oportunidade devido à suspensão de Igor Vinicius.

O lateral chegou a participar da jogada que deu o primeiro gol a equipe, mas, além disso, pouco agregou no primeiro tempo. Nos 45 minutos em que esteve em campo, Orejuela perdeu a posse 12 vezes e acertou somente 15 dos 22 passes que tentou, com taxa de 68,2% de acerto. Com isso, foi substituído no intervalo, para a entrada de Daniel Alves, recuperado de lesão.

Em momento ruim no Tricolor, recebendo poucas oportunidades, Orejuela parece estar consolidado como a terceira opção de Hernán Crespo para a lateral direita.

Entretanto, com o Tricolor vivo em todas as competições, tendo que conciliar o mata-mata da Libertadores e da Copa do Brasil com as partidas do Brasileirão. Além do calendário, o Tricolor não contará com Daniel Alves nas oitavas de final das copas, pois estará disputando a Olimpíada pela Seleção Brasileira.

Ainda sem vencer no Brasileirão, o São Paulo somou apenas três pontos nas primeiras seis rodadas, com três empates e três derrotas. Em busca da primeira vitória, o time entra em campo no próximo domingo (27), às 20h30, para enfrentar o Ceará, no Castelão, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Lance!
Publicidade
Publicidade