1 evento ao vivo

Contra Cuca, septuagenário Felipão revê mais um ex-comandado

5 abr 2019
07h09
  • separator
  • 0
  • comentários

Luiz Felipe Scolari é o principal representante da velha guarda entre os treinadores em atividade no futebol brasileiro. Após rever Mancini na última edição do Choque-Rei, o septuagenário técnico do Palmeiras encontrará Cuca, mais um ex-comandado, no jogo decisivo contra o São Paulo.

Então técnico do Grêmio, Felipão observou Cuca em ação como jogador do Juventude no final dos anos 1980 e indicou sua contratação. Com a camisa tricolor, o jovem meia-atacante trabalhou com o treinador e ganhou projeção em seu início de carreira como atleta.

Enfrentar um ex-comandado não é novidade para Felipão. No primeiro confronto entre São Paulo e Palmeiras pela semifinal do Campeonato Paulista, o técnico de 70 anos duelou com Vagner Mancini, seu pupilo no título da Copa Libertadores de 1995, também pelo Grêmio.

"Com os treinadores, sempre tive uma amizade muito grande", contou Felipão. "Nós, técnicos, dentro da nossa associação, deveríamos implementar um pouco mais esse ambiente de amizade e carinho entre nós. Cada um trabalha pelo seu time, briga. Depois do jogo, terminou", disse Felipão.

Na mesma entrevista, concedida após o primeiro jogo entre São Paulo e Palmeiras, Felipão tomou a iniciativa de citar o flamenguista Abel Braga, de 66 anos, recentemente afetado por problemas cardíacos. "Ele não pode me deixar sozinho. Eu, o Levir (Culpi)… Não pode nem pensar em abandonar, pelo amor de Deus", pediu.

Cuca tem apenas 55 anos, mas, a exemplo de Abel Braga, também teve problemas cardíacos recentemente. Recuperado, ele formará ao lado de Vagner Mancini um dueto no banco de reservas do São Paulo para enfrentar o antigo treinador Luiz Felipe Scolari justamente contra o Palmeiras, clube que treinou no título brasileiro de 2016.

"É o destino. Logo na minha volta, jogo decisivo na casa do Palmeiras, onde fui muito feliz", disse Cuca, sobre o reencontro com o clube alviverde. "Coisas que acontecem na nossa carreira, grande desafio. Tomara que possamos sair de lá com a vitória", completou.

O confronto entre Palmeiras e São Paulo está marcado para as 16 horas (de Brasília) deste domingo, no Allianz Parque. Como houve empate por 0 a 0 no Morumbi, o ganhador avança à decisão do Campeonato Paulista e uma nova igualdade leva a disputa aos pênaltis.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade