PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

Conselho Fiscal do São Paulo vê clube deficitário e precisando negociar atletas

30 nov 2021 13h33
| atualizado às 13h33
ver comentários
Publicidade

A análise do Conselho Fiscal sobre os balancetes divulgados pelo São Paulo confirmou o comentário recente de Rogério Ceni sobre a atual situação do clube. De acordo com o órgão, o Tricolor terá de recorrer à venda de alguns atletas para reequilibrar o caixa, já que não vem conseguindo conter o ano deficitário de 2021.

De janeiro a setembro de 2021, o São Paulo conta com um déficit de R$ 71, 3 milhões. O clube não vem conseguindo ter receitas à altura de suas despesas, gastando mais do que arrecada.

A diretoria do São Paulo esperava arrecadar R$ 144 milhões com a venda de jogadores neste ano, mas até agora recebeu R$ 75,8 milhões. A última janela de transferências não foi tão atraente como de costume devido aos impactos da pandemia na economia mundial.

"Visando equacionar o déficit, é cada vez mais urgente a venda de jogadores na próxima janela, tendo em vista que fora cumprido até o momento apenas aproximadamente metade do que havia previsto em seu planejamento com relação à negociação de atletas", diz o relatório

Apesar da grave situação financeira, o São Paulo superou a previsão de algumas receitas, como direitos de transmissão. A previsão do Tricolor era arrecadar R$ 159 milhões, mas recebeu R$ 190 milhões.

Recentemente, o diretor de futebol do São Paulo, Carlos Belmonte, confessou que o São Paulo deverá ter em 2022 um elenco igual ou mais enfraquecido que o deste ano devido à situação financeira do clube. O técnico Rogério Ceni também comentou sobre o assunto, alertando o torcedor sobre o buraco no qual o clube se encontra.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade