PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

Com São Paulo em grave crise financeira, Ceni prevê time "mais simples" para 2022

29 nov 2021 09h18
| atualizado às 09h18
ver comentários
Publicidade

O técnico Rogério Ceni voltou a comentar sobre a situação financeira do São Paulo após a vitória por 2 a 0 sobre o Sport, no Morumbi. Atravessando uma grave crise, o clube já tem parte do orçamento do próximo ano já comprometido com contratações realizadas na atual temporada e pagamento de rescisões de contratos, entre outas dívidas, e justamente por isso o comandante tricolor prevê um time "mais simples" em 2022.

"Eu não gosto de falar sobre isso porque não sou diretor, conselheiro, presidente. Eu só digo que a dívida que o São Paulo atingiu é muito grande e difícil de conseguir pagar. Você tem duas alternativas: reduzir a folha salarial e fazer um time mais simples, que vai tentar participar das competições, sem condições de vencê-las, e vai tentando diminuir essa dívida ou conseguir investidores que banquem o time, para que a gente possa criar um time competitivo", disse Ceni.

Recentemente, o próprio diretor de futebol do São Paulo, Carlos Belmonte, admitiu que o elenco da próxima temporada pode ser igual ou mais fraco que o atual. Vale lembrar que jogadores com altos salários, como Juanfran, Hernanes e Daniel Alves já não estão mais no clube, porém, os dois últimos ainda recebem valores consideráveis pelas suas respectivas rescisões contratuais.

A única alternativa para evitar que tudo isso seria contar com o investimento de algum torcedor apaixonado e economicamente poderoso. O Palmeiras, que se sagrou tricampeão da Libertadores neste fim de semana, tem esse privilégio, bem como o Atlético-MG, que caminha a passos largos para conquistar o Brasileirão deste ano e, quem sabe, também a Copa do Brasil - disputa a final contra o Athletico-PR.

"O exemplo do Atlético-MG, o clube está colhendo os frutos agora, deve ser campeão brasileiro. O Atlético tinha investido muito há dois anos com o Jorge Sampaoli, agora com Cuca, e só agora está colhendo os frutos", completou Rogério Ceni.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade