PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

Com autorização, Ganso chega tarde em CT e perde reunião com Autuori

23 jul 2013 17h04
| atualizado às 18h50
ver comentários
Publicidade
<p>Ganso brincou sobre atraso que teve aval da diretoria</p>
Ganso brincou sobre atraso que teve aval da diretoria
Foto: Bruno Santos / Terra

Por conta de uma reunião de cerca de 40 minutos entre o técnico Paulo Autuori e o elenco, o treino do São Paulo nesta terça-feira começou às 16h10. Foi exatamente neste horário em que Paulo Henrique Ganso pintou no CT da Barra Funda, perdendo a reunião na véspera da partida com o Internacional. "Vocês pensam que eu cheguei atrasado, não é?", sorriu o meia, que chegou de táxi e rapidamente se trocou no vestiário antes de se juntar aos companheiros em campo.

Não foi exatamente um atraso. Ganso já havia comunicado ao clube que não poderia chegar às 15h30 (horário marcado para o começo do treino) porque participaria de uma audiência judicial relativa aos dias de visita e pensão alimentícia da filha de um ano, Maria Victória, fruto de relacionamento anterior ao casamento.

Ao chegar ao gramado nesta tarde, o camisa 8 recebeu os cumprimentos dos colegas e realizou a parte final do trabalho de aquecimento. Em seguida, dirigiu-se com o grupo de jogadores que provavelmente será relacionado para a partida e participou de trabalho técnico com bola.

A atividade não deu pistas de qual será a escalação inicial do São Paulo, no Morumbi. Mostrou, porém, que o zagueiro Paulo Miranda, recuperado de fratura na mão esquerda, possivelmente poderá ser convocado para ficar, no mínimo, no banco de reservas.

Sem vencer há dez jogos, a equipe treinada por Autuori encara o Internacional às 21h (de Brasília) desta quarta-feira. O time soma apenas um ponto a mais do que a Ponte Preta, primeiro time da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, mesmo tendo duas partidas a mais.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade