PUBLICIDADE
Logo do

São Paulo

Meu time

Calleri celebra 1º gol, mas lembra: "Companheiros estão 2 ou 3 marchas na minha frente"

7 out 2021 22h29
| atualizado às 22h53
ver comentários
Publicidade

Calleri marcou nesta quinta-feira, no clássico contra o Santos, no Morumbi, seu primeiro gol desde que retornou ao São Paulo. Quis o destino que o atacante argentino balançasse as redes justamente no reencontro do clube com a torcida, mas, apesar da empolgação, fez questão de lembrar que ainda não está 100%.

"Fazia muito tempo que eu não jogava, quase cinco meses. Me custou, obviamente, o ritmo de jogo, creio que os companheiros estão duas ou três marchar na minha frente. Se nota na velocidade da execução das jogadas", disse Calleri.

"Estou feliz por jogar dia após dia, hoje foi o meu primeiro jogo com 85 minutos. Aproveitei, tratei de dar meu melhor e espero ajudar a equipe da maneira que for. Se o técnico acha que estou pronto para uma sequência de jogos, ótimo. Se ele decidir outra coisa, tenho que apoiar o companheiro que jogar", completou.

O atacante também comentou sobre a breve discussão com Luciano para definir quem bateria o pênalti do São Paulo. O argentino prontamente pegou a bola em busca de marcar seu primeiro gol desde que retornou ao Tricolor, o que, no fim, foi consentido pelo camisa 11.

"Quero agradecer ao Luciano, se comportou como é, um grande profissional. Não tenho palavras para agradecê-lo, deixou eu bater o pênalti. Nós dois queremos fazer gols e ajudar o São Paulo. Nesse momento fui eu, em outro pode ser ele. Nós dois vamos fazer o melhor para levar o São Paulo ao melhor lugar possível", concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade