0

Alex não pensa em prazo para se tornar treinador no profissional

6 abr 2021
07h02
atualizado às 07h02
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Novo treinador do time sub-20 do São Paulo, Alex não estipulou um prazo para se tornar treinador no profissional. Iniciando sua trajetória à beira dos campos, o ex-jogador terá a oportunidade de trabalhar em uma das melhores categorias de base do Brasil, dispondo de uma estrutura de alto nível, e garante que voos mais altos, pelo menos por enquanto, não estão no radar.

"Não estipulei tempo e nem estou preocupado muito com isso. Minha preocupação é iniciar meu trabalho no São Paulo, o trabalho com os meninos, conhecer a necessidade de cada um para que o coletivo funcione. Meu trabalho é deixar com que esses meninos tenham capacidade para suprir alguma necessidade da equipe principal. As coisas como elas funcionam, em futebol estou muito costumado. Sinceramente, não tenho muita preocupação, não. Minha preocupação está estritamente ligada ao meu trabalho", disse Alex.

O ex-meio-campista se dirigiu para Cotia logo após sua apresentação no Morumbi, que contou com a presença de Amoroso, campeão mundial e da Libertadores pelo Tricolor. Alex, inclusive, residirá no CFA Laudo Natel e se disse encantado com a estrutura do complexo.

Tendo como principal missão preparar jogadores para que possam ser promovidos ao time profissional, Alex indicou que irá se basear naquilo que as melhores versões do São Paulo apresentaram ao longo da história em seu trabalho no sub-20.

"A ideia é usar o conceito do São Paulo, a história do São Paulo, gigante que é, de uma riqueza e jogadores enormes, que todos conhecemos. Sabemos como o São Paulo jogou ao longo de sua história, os jogadores que vestiram essa camisa, os treinadores que passaram por aqui. Quando falamos em fluidez, um dos primeiros clubes que vêm à cabeça é o São Paulo" disse o treinador tricolor.

"O importante é que eu possa, junto da comissão, desenvolver jogadores que estejam capacitados, para, quando forem chamados para o profissional, entender tudo aquilo que o Crespo e sua comissão venham a pedir. A ideia é replicar o futebol brasileiro, aquilo que o São Paulo tem como essência, jogadores com qualidade, que sabem onde têm que estar em campo sem a bola", completou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade