2 eventos ao vivo

Vírus tirou Santos da disputa de título do Paulistão há mais de 100 anos

22 mar 2020
08h19
atualizado às 08h19
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma das equipes que paralisou suas atividades diante da pandemia do coronavírus, o Santos já havia enfrentado problemas com uma doença viral no passado. Segundo o Centro de Memória do clube, no ano de 1918, o time da Vila perdeu a chance de brigar pelo título do Campeonato Paulista por conta da Gripe Espanhola, que levou a suspensão da competição.

O Santos fazia uma ótima campanha no torneio e estava embalado. Depois de perder para o Paulistano por 7 a 3, a equipe obteve sete vitórias e três empates, colocando-se como um dos fortes candidatos à conquista do campeonato. Entretanto, uma hora antes do início da rodada do dia 10 de outubro, policiais e agentes sanitários apareceram nos estádios para impedir a concentração dos torcedores e a realização dos jogos devido à doença.

Time do Santos do Campeonato Paulista de 1918 (Foto: Divulgação/Santos)
Time do Santos do Campeonato Paulista de 1918 (Foto: Divulgação/Santos)
Foto: Gazeta Esportiva

A Gripe Espanhola chegou ao Brasil no final daquele ano, trazida da Europa pelos navios às cidades portuárias. Se assemelhando a uma gripe comum no começo, a patologia evoluía rapidamente como uma pneumonia, deixando o corpo arroxeado e matando as vítimas por falta de ar.

Ainda de acordo com o Centro, a doença teve um preocupante impacto no Sudeste. Logo no mesmo dia da partida suspensa, São Paulo registrou 358 casos e Santos 316. Dez dias depois, quando o Paulistão foi paralisado, o Rio de Janeiro contava com 700 mortes pela doença. No dia seguinte, morreu o primeiro paulistano.

O Campeonato Paulista só recomeçou dois meses depois, no dia 15 de dezembro, mas o Santos não estava mais entre os participantes. O clube teve seu elenco debilitado pela Gripe Espanhola, além de romper com a Associação Paulista de Esportes Atléticos (APEA), e abandonou a competição.

O time da Vila ainda realizaria mais três partidas, contra Ypiranga, Mackenzie e São Bento. Eram jogos em que a vitória era possível, colocando-o na disputa do título. A equipe terminou o torneio na quinta colocação com 18 pontos, mas com apenas duas derrotas, uma a menos do que o Paulistano, campeão daquele ano.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade