0

Santos deve perder qualidade na saída de bola sem Pituca, titular nos últimos 11 jogos

1 jun 2019
09h12
  • separator
  • 0
  • comentários

Pituca está suspenso por três cartões amarelos e não enfrenta Ceará (Foto: Ivan Storti/Santos)

O torcedor do Santos que estava acostumado a ver o Pituca em campo, não verá o volante atuando contra o Ceará, neste domingo, às 16h. Suspenso por três cartões amarelos, o jogador foi titular no Peixe nos últimos 11 jogos da equipe e tornou-se peça fundamental na equipe de Jorge Sampaoli.

Dentro das quatro linhas, Pituca é o eixo do time santista. O treinador argentino notou que o volante tem qualidade no passe para ser um dos principais responsáveis pela saída de bola e ainda consegue ser eficiente na marcação, cobrindo uma área significativa no momento defensivo da equipe.

No início da temporada, o volante foi escalado como segundo homem de meio-campo, já que Alison era titular da equipe como cabeça de área. Com o andamento dos jogos, no entanto, Sampaoli notou que poderia potencializar Pituca e todos os jogadores ao seu redor caso o camisa 21 fosse recuado para uma posição entre a linha defensiva e a linha de meias ofensivos.

Com essa mudança, Pituca passou a ter menos presença no terço final de campo, porém passou a ter a responsabilidade de conectar a defesa ao ataque, sempre posicionado na base da jogada. Recebendo a bola dos zagueiros, o jogador tem boa qualidade para realizar passes que rompem as linhas de marcação adversárias. Além disso, o volante é geralmente o incumbido de fazer inversões de jogo para trocar o lado no qual o time está atacando.

Ademais, a mudança de posição beneficiou o desempenho de Pituca, que não tem a velocidade e intensidade necessárias para atuar em uma posição mais avançada no campo, tendo que "pisar" mais na área.

Com a ausência do volante, Sampaoli deve optar por uma escalação com três zagueiros, adiantando Victor Ferraz e Jorge como legítimos alas. A formação traz mais velocidade pelos lados do campo, porém o time deixa de ter tanta qualidade na saída de bola, já que Jean Lucas, que deve ser o meio-campista mais recuado da equipe, não tem a mesma precisão no passe que Pituca.

Por isso, é provável que Aguilar tenha um papel preponderante na iniciação de jogadas do Santos na partida contra o Vozão, já que o zagueiro é o defensor com mais qualidade na saída de bola do time. Jobson, recém contratado junto ao Red Bull Brasil, tem como uma de suas principais características a precisão nos passes e poderia ser uma alternativa para a ausência de Pituca, porém o reforço foi relacionado apenas para duas partidas até o momento.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade