0

Santos busca propostas no mercado e prioriza saída de Kaio Jorge

19 set 2020
08h13
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A necessidade de pagar quase R$ 50 milhões para acabar com as punições na Fifa e evitar perda de pontos faz o Santos "se desesperar" no mercado.

Enquanto busca investidores e patrocínios, o Peixe procura receitas extraordinárias. E deve vender jogadores nas próximas semanas.

Um deles está no topo da lista: Kaio Jorge. O Alvinegro, inclusive, autorizou um agente a conversar com a Internazionale, da Itália, sem a anuência da família e estafe do atacante.

Kaio é visto como principal opção por ter valor de mercado e não ser titular absoluto no elenco profissional. Dessa forma, o Santos poderia aliviar o caixa e não ter grande impacto técnico neste momento.

Há, porém, resistência em parte da diretoria. Kaio Jorge tem 18 anos, foi destaque nas categorias de base e seu valor certamente aumentará ao longo dos anos e durante a sua evolução entre os mais velhos.

Outro nome sempre cotado é Lucas Veríssimo. O zagueiro, porém, não recebeu propostas recentes da Europa. A forma como ele foi mantido no clube em mais de uma oportunidade, com o "não" depois do "sim" para Spartak (UCR) em 2018 e Torino (ITA) em 2019, diminui a chance de boas ofertas.

Yeferson Soteldo também é um bom ativo no mercado. O problema é que o Santos venderia o camisa 10 para… pagar o camisa 10. A dívida com o Huachipato, do Chile, é de R$ 60 milhões. O primeiro débito, de R$ 18 mi pela primeira metade dos direitos econômicos, é o cobrado na Fifa atualmente.

O Santos não descarta vender atletas da base ou negociar pela prioridade para clubes da Europa. Um dos jovens assediados é o atacante Ângelo, de 15 anos.

O Peixe corre contra o tempo porque tem até o fim de setembro para comprar ou vender jogadores sem precisar do aval do Conselho Deliberativo. O Estatuto Social prevê a anuência do CD três meses antes da eleição, marcada para dezembro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade