0

Santos aumenta receita, e presidente vê "desbloqueio" na CBF próximo

21 mar 2020
06h24
atualizado às 06h24
  • separator
  • 0
  • comentários

Santos ainda tenta acordo com o Hamburgo por dívida pela vinda de Cleber

O Santos conseguiu novas receitas nas últimas semanas e se vê mais perto de chegar a um acordo com o Hamburgo (ALE) pela dívida na contratação de Cleber Reis, em 2016, na gestão de Modesto Roma.

O Peixe esteve a detalhes de se acertar com os alemães há algumas semanas, mas uma decisão da FIFA deu poder de negociação ao clube europeu.

Embasada pela FIFA, a CBF bloqueou o Alvinegro de registrar qualquer contratação no BID (Boletim Informativo Diário). Dessa forma, o Santos só pode vender. E o Hamburgo bate o pé pelos R$ 22 milhões.

"Estamos negociando, mas ficaram bravos com que a antiga gestão fez. Fez acordo e não cumpriu. Mas estamos próximos do acerto", disse o presidente José Carlos Peres, à Gazeta Esportiva. 

O Peixe tenta pagar uma parte "no débito" e o restante em parcelas. Não houve, porém, grande evolução nos últimos dias, mesmo com o alívio financeiro.

O Alvinegro vendeu Felipe Aguilar ao Athletico-PR por R$ 10 milhões, recebeu R$ 3 milhões pela venda de Serginho ao futebol chinês e acertou com a Algar a renovação do patrocínio por R$ 2 milhões. Parte dos valores, porém, foram utilizados para as "contas do dia a dia".

Cleber Reis tem 29 anos e está emprestado à Ponte Preta até dezembro, mesmo mês do fim do contrato com o Santos, que paga a maior parte dos altos salários. O zagueiro só atuou 10 vezes pelo Peixe e foi cedido anteriormente para Paraná, Coritiba e Oeste.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade