0

Raniel veste a 12 do Santos e elogia concorrentes: "Espaço é deles"

14 jan 2020
12h51
atualizado às 13h36
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Raniel é apresentado pelo Santos (Reprodução/Twitter SFC)

Raniel foi apresentado oficialmente pelo Santos no fim da manhã desta terça-feira, no CT Rei Pelé. O atacante ex-São Paulo vestiu a camisa 12 e falou sobre o desafio de encontrar espaço no ataque formado por Marinho, Soteldo e Eduardo Sasha em 2019.

"Acompanhei a bela campanha do Santos. Apesar de não ser campeão, fez bela campanha. A gente sempre tem esperança de ser mais aproveitado ao chegar em novo clube. Mas tem que ir com cautela, com cuidado. Chego para brigar por posição, tem jogadores experientes. Sem vaidade. Temos que ter humildade, companheirismo com todos. O espaço é deles. Estou aqui para ajudar o Santos", falou o centroavante.

O reforço comentou sobre o insucesso no São Paulo e a expectativa de reeditar o bom futebol do Cruzeiro.

"Futebol tem disso. No Cruzeiro, fui bem. No São Paulo, não tive um ano como queria que fosse. Estou em um novo clube, clube gigante. Quando muda de ambiente, se sente mais motivado. Tenho fé de que vai acontecer. Torcida pode esperar que vou brigar bastante dentro do campo, fazer meu melhor. Se Deus quiser, vai ser um ano bom para mim e para o Santos", completou.

O técnico Jesualdo Ferreira tem observado Raniel em mais de uma posição, como disse a Gazeta Esportiva. 

"Sabemos que professor gosta de jogador que atue em todas as posições. Prefiro jogar de centroavante, o que o professor optar estou à disposição para fazer. Centroavante, ponta, meia…", afirmou.

Por fim, Raniel explicou a opção pelo camisa 12, tradicionalmente usada por goleiros. O craque do futsal Falcão foi o motivo.

"A escolha foi minha. Queria a 17, mas já tem dono (Derlis González). Escolhi logo a 12: 'Chegou o Falcão agora' (risos). Se Deus quiser, vai dar muito certo", concluiu.

Raniel chegou ao Peixe envolvido em uma troca com Vitor Bueno, que fica em definitivo no São Paulo. O centroavante de 23 anos assinou contrato de quatro temporadas com o Santos, que agora detém 50% dos direitos econômicos do jogador.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade