0

Presidente do Santos torce por pena leve no STJD: "Não ofendi ninguém"

7 nov 2019
08h56
atualizado às 08h56
  • separator
  • 0
  • comentários

O presidente do Santos, José Carlos Peres, crê em absolvição ou pena leve no STJD em julgamento na próxima sexta-feira, às 11h (de Brasília), no Rio de Janeiro.

Peres foi enquadrado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva no Artigo 258, inciso II por "desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões". A pena prevista é de 15 a 180 dias de suspensão.

"Não ofendi ninguém. Apenas disse o que eu acho sobre o VAR", resumiu Peres, em contato com a Gazeta Esportiva. 

A origem do julgamento é uma entrevista do mandatário santista à Rádio Energia 97, no início do mês de outubro, quando afirmou que "Se depender do VAR, o Flamengo é campeão".

"Não falei que o Flamengo é culpado. Queria estar no lugar do Flamengo. É questão dos juízes… VAR veio para ajudar, mas é a mesma coisa de dar uma Porsche para quem não sabe dirigir. Vão falar que errada é a Porsche", avaliou o presidente.

A promotoria argumenta que Peres "extrapolou os limites da indignação e desrespeitou a arbitragem. A atitude imprópria do denunciado ao realizar uma reclamação pela via inadequada causa extremo abalo na estabilidade da competição".

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade