0

Presidente do Santos recorre na Justiça por dívida em festa de 2017

9 fev 2019
11h02
atualizado às 11h02
  • separator
  • comentários

O presidente do Santos, José Carlos Peres, foi a uma audiência na última terça-feira, na 2ª Vara Cível de Santos, e foi orientado a pagar R$ 7.750 de uma dívida com o Bar Básico pela festa da vitória na eleição do Peixe, no dia 9 de dezembro de 2017. O caso foi antecipado pela Gazeta Esportiva em julho do ano passado. 

O valor é metade do total da conta - o restante foi pago pelo vice-presidente Orlando Rollo. Um dos sócios do estabelecimento é Sidney Garcia, conselheiro do Alvinegro. Peres irá recorrer.

"Foi uma festa que o Rollo organizou, pagou metade e jogou a outra na minha conta. Eu não contratei festa alguma e não devo pagar algo que não sou responsável. Ganharam liminar, mas de qualquer forma vamos derrubá-la. Não pelos valores, mas pela injustiça e sacanagem. Serei desonesto comigo mesmo se pagar", disse Peres, à Gazeta. 

O vice-presidente licenciado Orlando Rollo afirma que a festa foi feita de comum acordo com Peres. O conselheiro Sidney Garcia garante que tentou receber o dinheiro de forma amigável em mais de uma oportunidade.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade