3 eventos ao vivo

Presidente do Santos reclama de pedida por Ronaldo; empresário rebate

27 jan 2019
06h05
atualizado às 06h05
  • separator
  • comentários

O presidente do Santos, José Carlos Peres, reclama da pedida do empresário de Ronaldo pela liberação do empréstimo ao Flamengo. O agente André Cury rebate e reclama da mudança das condições pré-estipuladas, como antecipou a Gazeta Esportiva. 

O representante do volante pediu R$ 100 mil de comissão pelo empréstimo, com salário de R$ 80 mil agora e R$ 120 mil no caso de compra. O valor fixado é de 3 milhões de euros (R$ 12 mi) - o agente ficaria com 7% de encargos.

"Mentira, não combinamos nada. Apareceu pedindo demais e acabou a época que esses empresários enfiavam goela dentro jogadores ganhando milhões. De vez em quando a gente perde, mas está 6 a 1 (contra empresários). Sinceramente, não me dobrei para nenhum jogador, em nenhuma negociação", disse Peres, à Gazeta Esportiva.

"Infelizmente, as condições estipuladas foram modificadas e eu não trabalho assim. As condições não são altas justamente para que o jogador tenha a oportunidade de atuar pelo Santos, mas, se continuar assim, ele não vai. O salário é bem mais baixo do que o próprio Santos paga, o valor fixado é aceitável e a comissão é abaixo do padrão de mercado", afirmou André Cury, à reportagem.

Ronaldo viria como parte da venda de Bruno Henrique ao Flamengo, por R$ 23 milhões. O atacante, inclusive, estreou com dois gols na vitória por 2 a 1 diante do Botafogo, no último sábado. Se não houver acerto pelo meio-campista, o Peixe terá de buscar outro atleta rubro-negro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade