0

Presidente do Guarani diz que "não há preocupação" com a saída de Bidu, alvo do Santos

9 jul 2020
17h05
atualizado às 17h05
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O presidente do Conselho de Administração do Guarani, Ricardo Moisés, afirmou que o lateral-esquerdo Matheus Bidu, alvo do Santos, não deixará o Bugre. Em entrevista coletiva virtual, o mandatário disse que "não há preocupação" com a saída do jogador de 21 anos.

"O Bidu teve seu contrato renovado no início do Campeonato Paulista, então ele segue no Guarani. Não existe preocupação com a saída dele nesse momento e muito menos qualquer negociação. Então, o Bidu segue no Guarani e ninguém precisa se preocupar com este assunto", declarou.

No entanto, o superintendente de futebol do clube alviverde, Michel Alves, confirmou na última segunda-feira que o Peixe monitora a situação do lateral. O dirigente ainda afirmou que "naturalmente o Guarani vai ouvir qualquer proposta" e que "se eventualmente aparecer algo bom para o atleta e para o clube, vamos conversar de maneira transparente".

Segundo informação do BR Contracts, Matheus Bidu renovou o contrato com o Bugre. O vínculo, que iria até 28 de março de 2022, será estendido até 15 de março de 2023. O acordo, porém, não impede a saída do jovem, já que o Guarani e os empresários esperam por uma venda no término do Campeonato Paulista.

Com apenas Felipe Jonatan como opção para a lateral esquerda após o retorno de Jorge para o Monaco, da França, em dezembro de 2019, o Santos possui dois trunfos para concretizar a vinda do jogador da equipe campineira e não descarta um empréstimo.

Matheus Bidu disputou seis partidas do Paulistão antes da paralisação por causa do novo coronavírus, fez um gol e deu duas assistências. Ele foi indicado pelo ex-técnico do sub-20 do Alvinegro, Márcio Zanardi, em 2019, mas não houve negociação àquela altura. O clube, agora, avalia o jogador.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade