2 eventos ao vivo

Oposição define candidatos a presidente e vice nas eleições do Santos

Derrotado em 2017, Andrés Rueda, de 64 anos, tenta ocupar o lugar de José Carlos Peres, que indicou que não vai buscar se reeleger

22 set 2020
06h57
atualizado às 06h57
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Concentrando boa parte da oposição à gestão de José Carlos Peres, a chapa "União pelo Santos" confirmou o empresário Andrés Rueda como candidato a presidente na eleição marcada para o início de dezembro. Seu vice será José Carlos de Oliveira. As escolhas foram confirmadas em reunião online nesta segunda-feira.

"Depois de intensa discussão interna, oferecemos ao associado um projeto concreto de recuperação financeira e econômica do Santos FC, com especialistas em renegociação de dívidas e executivos que conhecem o dia a dia do clube", afirmou o candidato da União pelo Santos", declarou Rueda, de 64 anos.

Andrés Rueda, de 64 anos, confirmou que vai tentar ser eleito presidente do Santos
Andrés Rueda, de 64 anos, confirmou que vai tentar ser eleito presidente do Santos
Foto: Divulgação / Estadão

Aposentado atualmente, o empresário que atuava na área de comunicações foi o segundo colocado na última eleição do Santos, em 2017. Desta vez, ele lidera o chamado Movimento de Santistas, iniciado em março e que reúne diferentes grupos e tendências dentro do clube. Antes da oficialização da candidatura da chapa, o grupo era chamado de "chapão" por contar com figuras de destaque do Santos como Celso Jatene, José Berenguer e Marcelo Teixeira.

"Nossa candidatura é a mais completa para ajudar o Santos. Se não existir união, o clube não vai para frente. É fundamental. Só com união vamos conseguir que o Santos saia da situação que se encontra atualmente", disse Rueda, ao anunciar oficialmente sua candidatura.

De acordo com a chapa, a escolha de Rueda foi consensual. "É um especialista em gerir empresas, finanças. Acompanha a vida do clube, mora em Santos", destacou Jatene, vereador em São Paulo, que chegou a ser cogitado para ser a cabeça da chapa.

Segundo Rueda, a "União pelo Santos" terá como foco a governança e a recuperação financeira do clube, focada no marketing, em busca de um "reposicionamento mercadológico" e como "total atenção ao futebol, sobretudo a base". A chapa também pretende implementar um "novo e agressivo programa de relacionamento com torcedores".

Além de Rueda, sete conselheiros se apresentam como pré-candidatos à eleição santista: Daniel Curi, Esmeraldo Tarquínio, Fernando Silva, Milton Teixeira Filho, Ricardo Agostinho, Rodrigo Marino e Vagner Lombardi. José Carlos Peres, atual presidente, já indicou que não deve tentar a reeleição. Mas até agora não indicou apoio a ninguém.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade