PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Marinho sai de campo chorando e vira problema para Carille

Próximo jogo do Peixe é contra o Corinthians, domingo, em Itaquera. Além do atacante, Pará e Madson pediram para deixar o campo contra a Chape por problemas físicos

17 nov 2021 21h57
ver comentários
Publicidade

O Santos ganhou uma dor de cabeça para os próximos dias. O atacante Marinho deixou o campo chorando, ainda na primeira etapa do jogo contra a Chapecoense, partida disputada na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro. O camisa 11 sentiu uma fisgada no posterior da coxa esquerda quando corria sozinho no meio-campo.

Marinho marcou o primeiro gol do Peixe contra a Chapecoense (Foto: Divulgação / Santos)
Marinho marcou o primeiro gol do Peixe contra a Chapecoense (Foto: Divulgação / Santos)
Foto: Lance!

Com a lesão, Marinho deu lugar para Ângelo, que entrou fazendo função parecida, atuando aberto pelo lado direito. Quando o atacante saiu de campo, o Peixe já vencia a Chape por 1 a 0, gol dele de pênalti.

No final do duelo, Marinho deu entrevista ao canal Premiere junto com Marcos Guilherme e falou sobre a lesão. O camisa 11 também lembrou que ficou de fora contra o Atlético-GO, por virose, no último final de semana.

"Eu sou um cara que fico muito triste, odeio ficar fora de jogo. Eu tinha ficado fora do jogo, doente no hotel, viajei doente, mas queria estar junto. Hoje consegui jogar, iniciar fazendo o gol, mas depois senti uma fisgada na posterior. Agora é pensar em recuperar para que não seja nada grave e estar de volta o quanto antes".

Marinho será acompanhado diariamente pelo Departamento Médico do Santos para entender melhor qual o grau da lesão que teve. Vale lembrar que o Rei da América na temporada 2020 é o artilheiro do time de Fábio Carille, com 9 gols. O próximo duelo do Peixe é domingo, contra o Corinthians, em Itaquera.

Lance!
Publicidade
Publicidade