6 eventos ao vivo

Marinho prega tranquilidade diante do Atlético-MG e fala sobre disputa no ataque

4 jun 2019
09h12
atualizado em 6/6/2019 às 15h45
  • separator
  • 0
  • comentários

Apesar de ter atuado em pouco mais de 10 minutos, Marinho mostrou muita disposição em seu estreia com a camisa do Santos. O atacante substituiu Eduardo Sasha, no triunfo por 1 a 0 diante do Ceará, pelo Brasileirão, aos 34 da etapa final, e conseguiu duas finalizações - uma defendida por Diogo Silva e outra que passou perto da trave.

Nesta quinta-feira, o Peixe terá um importante duelo diante do Atlético-MG pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Atuando em casa, no Estádio do Pacaembu, às 20h (de Brasília), o clube paulista precisa de uma vitória para seguir na competição, já que empatou por 0 a 0 na ida. O atacante recém-contrato analisou o duelo.

"Eu acho que quanto mais a gente trazer pressão para nós vai ser ruim. Então temos que jogar da forma que estamos jogando, com tranquilidade diante do nosso torcedor e fazer um grande jogo até porque a gente precisa classificar", disse o jogador, em entrevista no desembarque da equipe do Aeroporto de Guarulhos.

Marinho chega para disputar uma posição no ataque do time de Jorge Sampaoli. O jogador, que terá a concorrência de nomes como Eduardo Sasha e Copete, ressaltou o plantel santista e falou sobre a disputa na posição.

"Tem muitos jogadores que são bons porque dão dor de cabeça para o treinador. Então, o Sampaoli que vai escolher ao longo da semana os melhores para esse jogo de quinta-feira", comentou o atacante.

Por fim, o ex-gremista falou sobre sua estreia. "Acredito que foi boa, por mais que não tenha sido muito tempo, mas deu para entrar, para sentir um pouquinho o que é vestir a camisa do Santos e o mais importante é ter vencido. Estrear com o pé direito é sempre muito bom", concluiu Marinho.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade