1 evento ao vivo

Marcelo Teixeira nega candidatura e lamenta "vaidade" no Santos

26 jun 2020
07h11
atualizado às 07h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

À frente do Conselho Deliberativo do Santos, Marcelo Teixeira, não pretende ser candidato à presidência nas eleições previstas para dezembro deste ano.

Alguns conselheiros já se posicionam como pré-candidatos, a exemplo do irmão de Marcelo, Milton Teixeira Filho, e Esmeraldo Tarquinio e Rodrigo Marino. Outros como José Renato Quaresma, Nabil Khaznadar, Fernando Silva e Andres Rueda são cotados.

Marcelo Teixeira alerta para a busca por "holofote" à procura de espaço no cenário político do Peixe.

"Vaidades. Todos têm direitos, mas devem saber as limitações, grandeza e responsabilidade de administrar o Santos Futebol Clube. Não pretendo ser candidato, o que me preocupa é a atual situação do clube, somado ao estatuto que permite pré-candidatos se aventurarem para terem notoriedade apenas com o intuito de holofotes, barganhas e composições políticas, com a tentativa de ocupar cadeiras no Conselho Deliberativo", disse Teixeira, à Gazeta Esportiva.

O atual presidente, José Carlos Peres, não descarta a busca pela reeleição, mas começa a analisar o cenário e cogitar um sucessor.

Peres sondou dois membros do Comitê de Gestão: Matheus Rodrigues e Pedro Dória. Ambos, neste momento, se mostraram reticentes.

Matheus é vereador em Bertioga e deve buscar a reeleição no município neste ano. Pedro, membro do CG desde o início, não demonstrou até o momento desejo de ser candidato.

José Carlos Peres pensa em tentar a reeleição, porém, enfrenta a resistência da família. Vem daí a sondagem aos gestores mais próximos a ele e à rotina do futebol do clube.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade