PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Luiz Felipe vê Santos em evolução com Diniz e quer marcar de novo no clássico

Equipe alvinegra recebe o São Paulo no domingo, às 18h15, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro

18 jun 2021 21h22
| atualizado às 21h22
ver comentários
Publicidade

O São Paulo traz boas recordações para o zagueiro Luiz Felipe. Foi contra o time do Morumbi que o defensor fez, em duelo de janeiro de 2019, um de seus quatro gols nos 125 jogos que disputou com a camisa do Santos até o momento. Os rivais se enfrentam domingo, às 18h15, na Vila Belmiro, pela quinta rodada do Brasileirão.

Na ocasião, o Luiz Felipe era titular da equipe comandada por Jorge Sampaoli e abriu o placar na vitória santista por 2 a 0 após desviar cruzamento na área, em duelo válido pela primeira fase do Campeonato Paulista. Desde então, o jovem zagueiro viveu altos e baixos no time alvinegro e começou a retomar a boa fase na atual temporada, afinal, ganhou a confiança do técnico Fernando Diniz e foi titular nas últimas cinco partidas.

"Foi um momento especial para mim aquele gol. Todo jogador sonha em balançar as redes em clássicos, então fiquei bem feliz", lembrou. "Hoje em dia venho buscando meu espaço. No futebol a gente passa por fases boas e ruins. Acredito que estou vivendo um bom momento novamente. Espero que continue assim e, quem sabe, eu possa fazer um gol novamente num clássico", prosseguiu o defensor.

A derrota para o Fluminense por 1 a 0 não desanima Luiz Felipe, que tem gostado do estilo de jogo que Diniz implementou na equipe, com paciência na troca de passes da defesa até o ataque.

"Com certeza já estamos evoluindo na saída de jogo desde a defesa. É aquilo que o professor Diniz sempre fala para nós: quando corremos esse 'risco', é justamente para atrair o adversário e a gente conseguir buscar o gol", observou o atleta. "Treinando todos dias vamos ganhando mais confiança e tranquilidade para sair jogando ali atrás. Acredito que com o trabalho e a dedicação de todo mundo a gente só tem a melhorar".

Após o revés para o Flu, o elenco fez um trabalho regenerativo na academia do hotel onde estava hospedado na manhã desta sexta-feira, ainda no Rio de Janeiro. Diniz só vai comandar uma atividade, no sábado, no CT Rei Pelé, antes do clássico com o São Paulo.

O treinador não terá Alison, suspenso, e deve escalar Camacho na vaga. Em contrapartida, o poderá contar com Luan Peres, baixa no último jogo também por suspensão.

Estadão
Publicidade
Publicidade