PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Favoritar Time

Lisca sai em defesa de Sandry após pênalti e promete novas chances

Treinador lamentou erro no lance que originou o primeiro gol do Fluminense no empate em 2 a 2 com o Peixe nesta segunda, mas passou confiança ao garoto

2 ago 2022 - 15h24
(atualizado às 15h24)
Ver comentários

O técnico Lisca defendeu o volante Sandry pelo pênalti cometido no empate do Santos com o Fluminense, na Vila Belmiro, pela abertura do segundo turno do Campeonato Brasileiro na noite desta segunda-feira (02).

Sandry entrou no segundo tempo e cometeu um pênalti contra o Fluminense (Foto: Ivan Storti / Santos)
Sandry entrou no segundo tempo e cometeu um pênalti contra o Fluminense (Foto: Ivan Storti / Santos)
Foto: Lance!

Sandry entrou no segundo tempo, quando o Peixe ganhava a partida por 1 a 0 e cometeu o pênalti que deu o empate para os cariocas em 1 a 1. Logo após dois minutos e com moral, o Flu conseguiu o gol da virada. Só na reta final do jogo, o atacante e artilheiro santista Marcos Leonardo balançou as redes e deixou o placar novamente em igualdade.

- Eu vi naquele lance um pênalti bem "cachorrinho", mas ele achou que o jogador ia sair para um lado e ele entrou seco, quando voltou o Sandry bateu nele realmente. A gente sentiu um pouco a maneira como foi o gol porque o jogo estava controlado. Ali eu precisava de mais força, mais pegada e houve um excesso, mas a gente já correu pelo Sandry também aqui - defendeu.

Lisca voltou a falar do lance durante a coletiva pós-jogo e ainda reforçou a importância da rodagem do elenco. O treinador explicou que mudanças pretendia com a entrada do Menino da Vila e prometeu novas chances ao garoto.

- Sandry entrou um pouco afobado, por muito tempo, coloquei para ter um pouco mais de força de marcação e de salto no espaço que caso ele já não me dá mais isso. Ele me dá consistência, articulação, mas não agride muita a última linha. Sandry foi muito bem nos três treinos que ele fez, mas com excesso de vontade ele acabou se precipitando naquele lance. (...) Todo mundo perde junto, todo mundo ganha junto e quando erra nós vamos insistir, dar de novo a bola para ele. Assim que o jogador pega confiança - reforçou o comandante santista.

Lance!
Publicidade
Publicidade