4 eventos ao vivo

João Paulo, Madson e Sandry testam positivo de novo e desfalcam Santos no Equador

Embora atletas não possam mais transmitir o vírus, protocolo do país impede que viajem para jogo da Libertadores

21 nov 2020
23h50
atualizado às 23h51
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A direção do Santos divulgou na noite deste sábado, logo após a derrota para o Athletico-PR, em Curitiba, que terá três desfalques certos para o jogo contra a LDU, nesta terça-feira, em Quito, no Equador, pela rodada de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. São eles o goleiro João Paulo, o lateral-direito Madson e o volante Sandry.

Os três jogadores contraíram a covid-19 na semana passada, cumpriram os 10 dias de quarentena e foram liberados pelo departamento médico do Santos - Madson e Sandry, inclusive, atuaram neste sábado. Já João Paulo ficou no banco de reservas.

Segundo um comunicado divulgado pelo Santos nas suas redes sociais e no site oficial, eles testaram negativo para o novo coronavírus em exame realizado na última quarta-feira, mas voltaram a receber o resultado positivo em testes feitos na sexta. Os três não apresentam quadro clínico ou sintomas da doença e não podem transmitir a doença. Por isso, podem ser utilizados no Brasileirão, mas não na Libertadores.

"Isso indica que eles têm cicatrizes da doença, que não são transmissoras. Eles podem atuar no Campeonato Brasileiro normalmente, mas não poderão jogar contra a LDU, nesta terça, em Quito. A proibição é por conta de uma conduta de soberania nacional do Equador e seu Ministério da Saúde. O país veta a entrada de qualquer pessoa nessas condições, mesmo após quarentena e testes negativos anteriores", explicou o Santos em seu comunicado.

João Paulo e Madson são titulares da equipe. Com as ausências, John e Pará devem ser mantidos como titulares diante da LDU.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade