1 evento ao vivo

Jean Mota lamenta revés e foca na Libertadores: 'Jogo mais importante do ano'

Jogador já se prepara para desgaste de viagem e altitude antes da partida com a LDU no Equador

21 nov 2020
22h45
atualizado às 22h46
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com quase todo o time reserva, o Santos foi derrotado por 1 a 0 pelo Athletico-PR na noite deste sábado. As preservações abriram espaço para jovens jogadores, que foram exaltados por Jean Mota, um dos poupados e que entrou em campo no fim da partida. O meio-campista enalteceu os garotos e já pensa no duelo da Libertadores, contra a LDU, na próxima terça-feira.

"Sabíamos que era jogo difícil. Queríamos a vitória para subir na tabela. A comissão pensou em poupar pelo desgaste físico. Sabíamos que os meninos fariam um bom jogo aqui, mas infelizmente não conseguimos a vitória", declarou Jean Mota em entrevista à TNT, após o duelo na Arena da Baixada, pela 22ª rodada do Brasileirão. Ele, Madson e Marinho foram os titulares que entraram no segundo tempo. Dos 11 que costumam jogar, apenas Jobson começou a partida.

A atenção do Santos agora está toda voltada para o confronto diante da LDU, em Quito, no Equador, terça-feira, às 19h15 (de Brasília). Será o primeiro dos dois jogos pelas oitavas de final da Libertadores. O duelo, para Jean Mota, é um dos mais importante da temporada até aqui.

"Temos um jogo muito importante agora. vamos pensar na Libertadores. Será um dos jogos mais importantes do ano. Tivemos só dois treinos, é muito difícil jogar os 90 minutos, agora tem a altitude, o desgaste será grande", afirmou o jogador.

Com o revés para o Athletico-PR, o Santos parou nos 34 pontos, mas manteve a sexta colocação na tabela do Campeonato Brasileiro. No entanto, o time alvinegro pode ser ultrapassado ao final da rodada. A delegação viaja direto de Curitiba para o Equador neste domingo.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade