PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Favoritar Time

Ivonei explica nova função, elogia Miguelito e falas sobre polêmica com Soteldo

Meia é um dos destaques do Santos na temporada pela equipe Sub-20

29 jul 2022 - 11h50
Ver comentários

O meia Ivonei vive grande fase na base do Santos. Em entrevista exclusiva ao LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE, o jogador falou sobre a nova função em que vem atuando com o técnico Orlando Ribeiro na disputa do Campeonato Brasileiro e Paulista Sub-20.

Ivonei é o artilheiro do Santos no Paulista Sub-20 (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Ivonei é o artilheiro do Santos no Paulista Sub-20 (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Foto: Lance!

- Desde a época do Sub-11, 13 e 15, eu jogo muito como segundo volante. O Sandry era o primeiro e eu o segundo. No profissional eu subi também como segundo volante. O Diniz me usou como primeiro, o Carille me recuou um pouco mais. Agora, nessa volta para base, o Orlando me chamou e perguntou se eu gostaria de atuar mais avançado, eu já tinha atuado na Seleção assim, como meia e atacante. Eu falei que sim. Ele me deu total liberdade para jogar para frente e desenvolver meu futebol. Graças a Deus eu estou bem, melhorando a cada dia. Eu acho que está dando certo essa fase artilheira - afirma.

- Quando eu desci, era o Balão o meia mais avançado. Ele optou por recuar o Balaão e me adiante. Estamos montando um rio muito bom. Eu prefiro atuar nessa posição, dá mais liberdade e favorece meu estilo de jogo - completa.

Camisa 10 do Santos para Miguel

O meia-atacante Boliviano Miguel Terceros, que completou 18 anos em abril, mas só foi registrado no dia 21 de julho após a abertura da janela de transferências internacionais, entrou no decorrer do jogo contra o Corinthians e teve boa atuação na vitória contra a Ferroviária.

A promessa Boliviana deu assistência para Ivonei marcar o gol da vitória. Atualmente, Miguel vem jogando com a 11, mas Ivonei deixou o caminho aberto para "trocar" de número.

- O Miguel, eu falei para ele que quando voltasse, eu daria a 10 para ele. Os moleques disseram que não, que tinha que esperar um pouco. Mas está aí, se ele quiser, pode pegar. Ele tem futebol para isso - conta.

- Ele é um moleque do bem, trabalhador, eu também estava ansioso pela estreia dele. Quem treina com ele sabe como ele é diferente, muito bom jogador. Estávamos ansiosos. Contra o Corinthians já vimos que é diferente, contra a Ferroviária já nos ajudou bastante - conclui.

Polêmica em Goiás envolvendo Soteldo

Em outubro de 2020, Ivonei viveu uma polêmica com o meia-atacante Soteldo, à época, no Peixe. O Santos aplicou uma punição administrativa em ambos por atrasaram na reapresentação em Goiânia. O técnico santista na oportunidade era Cuca.

O atraso ocorreu no dia em que o Santos chegou em Goiânia, onde venceu o Goiás por 3 a 2. O elenco foi liberado pela comissão técnica e os dois atletas se atrasaram na reapresentação. Ivonei, porém, conta uma versão um pouco diferente.

- O caso do Soteldo, eu nunca tive oportunidade de falar. Eu nunca pude falar minha versão, não pude dar entrevista. Saímos para jantar, eu e ele, deram um horário para voltar. Aí eu postei a foto. Estávamos na pandemia. Só que no horário, eu cheguei 10 minutos atrasado junto com o Marinho por causa do Uber. O Soteldo, como ia viajar para Seleção, ele se apresentou direto no aeroporto. Como na saída do hotel, colocaram que eu saí com ele, colocaram que eu voltei com ele. Só que eu voltei junto com o Marinho no horário. Mas como já tinha saído matéria, eu não pude dar entrevistar, postar, não pude nada. Mas eu fui crucificado por uma coisa que eu não fiz - diz.

- Sim, no mesmo dia (Explicou a situação). Era o Cuca o treinador. Ele até me deixou, joguei titular com ele, continuei jogando. Mas como tinha saído essas coisas com o Soteldo, ficou isso por isso. Eu falei em me justificar porque estava dando coisa ruim para mim, só que não pude, não dei entrevista e nenhuma nota - conclui.

Lance!
Publicidade
Publicidade