PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Diniz explica opção por apenas duas substituições contra o Juventude

Treinador poderia ter feito outras três mudanças na partida deste sábado

13 jun 2021 14h00
| atualizado às 14h00
ver comentários
Publicidade

O Santos apenas empatou em 0 a 0 com o Juventude na noite deste sábado, na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, e o técnico Fernando Diniz terminou o jogo tendo feito apenas duas das cinco substituições permitidas pelo regulamento.

Fernando Diniz fez apenas duas mudanças no empate do Santos diante do Juventude (FOTO: Ivan Storti/Santos FC)
Fernando Diniz fez apenas duas mudanças no empate do Santos diante do Juventude (FOTO: Ivan Storti/Santos FC)
Foto: Lance!

O treinador optou apenas pela entrada de Marcos Leonardo na vaga de Luiz Felipe, que sentiu um desconforto na coxa e deixou o campo no intervalo, e pela entrada de Madson na vaga de Pará já na reta final da partida.

"Já teve jogo na minha carreira que não fiz substituições. Não sou obrigado a fazer. Só faço se eu achar que vou melhorar a equipe em algum aspecto. Achei que a melhor equipe para terminar o jogo era a que estava em campo. Por isso que eu não mexi", explicou o treinador, em entrevista coletiva após o jogo.

As opções no banco de reservas na partida deste sábado eram os goleiros João Paulo e Vladimir, os zagueiros Danilo Boza, Kaiky Fernandes e Robson Reis, o lateral Moraes, os volantes Vinícius Balieiro e Kevin Malthus, o meia Ivonei e o atacante Ângelo.

Lance!
Publicidade
Publicidade