PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Diniz assume culpa por atuação ruim do Santos e eliminação: 'Deu tudo errado'

Time paulista venceu jogo de ida na Vila Belmiro por 2 a 1 e precisava apenas de um empate para avançar à semi da Sul-Americana

20 ago 2021 08h30
| atualizado às 08h44
ver comentários
Publicidade

O técnico Fernando Diniz assumiu a responsabilidade pela jogo ruim do Santos e a derrota para o Libertad que eliminou a equipe da Copa Sul-Americana nesta quinta-feira. O treinador lamentou que tenha dado "tudo errado" no revés por 1 a 0 em Assunção e reconheceu que o seu time foi inferior ao rival paraguaio. O Santos ganhou na ida por 2 a 1, com um jogador a menos na Vila Belmiro, e precisava apenas de um empate para se classificar.

Diniz ficou especialmente insatisfeito com a postura do Santos no primeiro tempo, etapa em que a equipe alvinegra foi dominada pelos paraguaios, levou o gol em lance de bola parada e não finalizou uma vez sequer. "Deu tudo errado", resumiu o treinador. "No primeiro tempo, fomos diferentes do que produzimos, sem agressividade, profundidade, com baixa rotação de movimentos e troca de passes. Jogando assim contra quem marca bem como o Libertad, corremos o risco de não finalizar mesmo. Foi um erro coletivo nosso e que assumo a responsabilidade. Quando o time inteiro não anda é porque o treinador fez alguma coisa errada", disse Diniz, assumindo a culpa da eliminação nas quartas da Sul-Americana.

"Eles entraram mais para decidir o jogo, jogaram melhor, foram mais intensos principalmente no primeiro tempo. Não houve surpresa na estratégia, mas jogaram mais e mereceram a vitória", acrescentou o técnico santista. A competição daria mais dinheiro ao clube, uma possibilidade de ficar com o troféu e vaga assegurada na Libertadores do ano que vem.

Diniz fez um breve balanço da participação santista na competição. "Poderíamos ter ido mais longe. Fizemos duas partidas em casa muito boas, e duas partidas fora de casa muito ruins", avaliou.

Fora da Sul-Americana, o Santos está vivo na Copa do Brasil e concentra, no momento, suas atenções para o Brasileirão. Domingo, às 18h15, encara o Internacional na Vila Belmiro, pela 17ª rodada.

Estadão
Publicidade
Publicidade