0

Cuca justifica Marinho no banco e parabeniza time por reação contra o São Paulo

12 set 2020
22h52
atualizado às 23h40
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Após ficar em desvantagem no marcador duas vezes, o Santos conseguiu buscar o empate contra o São Paulo na noite deste sábado, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na Vila Belmiro, o técnico Cuca justificou a decisão de começar com Marinho no banco e parabenizou seu time pela reação no clássico.

No primeiro tempo, o São Paulo saiu na frente por meio de Gabriel Sara, o Santos empatou com Madson e o mesmo Sara marcou novamente. Na etapa complementar, em uma falha do goleiro Tiago Volpi, Marinho determinou o placar final em cobrança de falta.

"De uma maneira geral, acho que o time no segundo tempo foi muito bem. Não é fácil dominar um jogo como dominamos na segunda etapa, sair duas vezes atrás e buscar o resultado duas vezes. Então, o time está de parabéns, mesmo não tendo vencido", afirmou Cuca.

Responsável por sete gols e três assistências nas primeiras 10 rodadas do Campeonato Brasileiro, Marinho é o principal jogador do Santos nesta temporada. Após começar no banco de reservas, ele foi colocado por Cuca no lugar de Carlos Sanchez durante o segundo tempo e evitou a derrota do time mandante.

"Hoje, era um jogo importantíssimo e, terça-feira, não é menos importante", disse Cuca, sobre o duelo contra o Olímpia, pela Copa Libertadores. "Sendo líder, você tem que jogar com o máximo de força. O Marinho sentiu um desconto no adutor e eu pretendia nem usá-lo aqui, mas o jogo pediu e tivemos que colocar", justificou.

Às 21h30 (de Brasília) desta terça-feira, pela terceira rodada da Copa Libertadores, o Santos volta a campo para enfrentar o Olímpia, novamente na Vila Belmiro. Pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, o rival será o Botafogo a partir das 18h15 do próximo domingo, no Engenhão.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade