2 eventos ao vivo

Cuca 'esquece' punições do Santos e diz: "Eu cuido dos meninos e só"

21 set 2020
12h01
atualizado às 12h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Santos foi punido pela segunda vez na Fifa e não pode contratar jogadores em função da dívida de R$ 30 milhões com o Hamburgo, da Alemanha, e outros R$ 18 milhões com o Huachipato, da Venezuela. Enquanto isso, Cuca tenta pensar apenas em campo.

O técnico valoriza os Meninos da Vila e não cria expectativa por reforços.

"Eu cuido dos meninos e só, não quero saber de mais nada. Meu trabalho foi tentar ajustar os casos na Justiça do Everson e Sasha (reforços do Atlético-MG), deu certo. Quitamos parte das pendências e não penso em reforço porque tenho que cuidar dos meninos. Me queixo de nada. Vou dar meu máximo, não vou lamentar punição. Colocar culpa em um ou outro… Isso não ajudaria. No dia 30 de setembro, não se pode mais contratar ou vender via Estatuto. São 10 dias. Tirando sábado e domingo, sobram oito", disse Cuca, em entrevista coletiva.

Como a Gazeta Esportiva publicou, Cuca conversou com o zagueiro Laércio e o meio-campista Elias e falou sobre a possibilidade de não esperarem pela regularização.

E como citou o treinador na entrevista, o Estatuto Social prevê anuência do Conselho Deliberativo a partir de outubro, três meses antes da eleição. A relação do presidente José Carlos Peres é ruim com a maior parte dos conselheiros.

O Santos voltará a campo para enfrentar o Delfín, no Equador, na quinta-feira, pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores da América.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade