0

Conselho Fiscal do Santos veta negociação com o Benfica por Lucas Veríssimo; proposta árabe é aprovada

1 dez 2020
11h09
atualizado às 11h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Conselho Fiscal do Santos emitiu um parecer na manhã desta terça-feira sobre as propostas por Lucas Veríssimo. E a decisão foi de "sim" para o Al-Nassr, da Arábia Saudita, e "não" para o Benfica, de Portugal.

O Conselho Deliberativo se reunirá na próxima quinta-feira. Com a reprovação do Conselho Fiscal para o Benfica, a negociação com os portugueses seguirá travada. Essa é a segunda vez que o órgão vê problemas na proposta.

O Benfica ofereceu o empréstimo de um ano com obrigação de compra em 6,5 milhões de euros (R$ 41,1 mi), em cinco parcelas anuais a partir de 2022. O Peixe anteciparia esse valor por meio de uma instituição financeira belga, sob comissão de 15% e outros encargos. Dessa forma, sobrariam, de acordo com o controller Roberto Rabelato, cerca de 5,1 milhões de euros (R$ 32,2 mi).

Para facilitar a aprovação no Conselho, o Santos buscou um novo modelo de negociação com o Benfica. Os portugueses antecipariam uma parcela e pagariam o resto em quatro anos, com a permanência de Veríssimo até o fim da temporada. A alternativa não funcionou.

Lucas Veríssimo também recebeu uma proposta de 6 milhões de dólares (R$ 32 mi) do Al-Nassr, da Arábia Saudita - 3,5 milhões de dólares neste mês e 3 milhões de dólares em janeiro. O jogador, porém, não tem interesse em sair do Santos e não ir para a Europa.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade