PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Favoritar Time

Com time mais organizado com Lisca, Maicon espera melhora do Santos com semanas livres para treinos

3 ago 2022 - 15h30
Ver comentários
Publicidade

O Santos sob o comando do técnico Lisca já fez dois jogos e conseguiu dois empates pelo Campeonato Brasileiro - 0 a 0 com o Fortaleza, no Ceará, e 2 a 2 com o Fluminense, na Vila Belmiro. Nesta quarta-feira, na reapresentação do elenco após o duelo com os cariocas, o zagueiro Maicon concedeu entrevista coletiva e afirmou que já percebeu um time mais organizado dentro de campo com o novo treinador. E acredita que com é possível uma melhora maior por conta das semanas livres para treinamentos.

"O Lisca pegou a gente com a segunda melhor defesa do Campeonato Brasileiro. A maneira com que ele trabalha… Contra o Fortaleza, poderíamos ter saído com a vitória facilmente, merecemos a vitória. Cada jogo tem uma estratégia. Não adianta ir para cima de qualquer jeito do Fluminense porque, sem boa composição defensiva, corremos sério risco de sofrer gols. Jogamos de igual para igual, os dois times poderiam ter vencido. No finzinho merecemos mais, tivemos uma ou duas chances de ganhar. Não vejo um Santos tão defensivo", disse Maicon.

"De acordo com o adversário temos estratégia diferente. Nosso time tem dinâmica, faltava encaixar a organização. Nos dois últimos jogos melhoramos muito. Com semanas livres, Lisca corrigirá muitas coisas e teremos um Santos muito mais competitivo no segundo turno", prosseguiu o defensor, que elogiou o argentino Fabián Bustos, ex-técnico da equipe.

"Cada trabalho de cada pessoa é diferente. Bustos tem uma maneira, é um ótimo treinador. Respeito e admiro o profissional que ele é. E pessoalmente também, excelente pessoa. Ele tinha a situação de jogar com um volante enfiado entre os zagueiros para fazer como se fosse um terceiro. Com Lisca vocês viram que ele gosta que volante seja volante e eu concordo. Nem sempre a assimilação é rápida, por isso que a semana cheia de trabalho pode facilitar a assimilação perfeita das ideias para que joguemos da maneira que ele gosta, trazendo o Santos para um segundo turno melhor, buscando mais pontos fora de casa. Conseguimos poucos no primeiro turno", comentou.

Recuperado de uma lesão na panturrilha, que o tirou da partida contra o Fortaleza, Maicon atuou os 90 minutos contra o Fluminense e garantiu estar 100% fisicamente.

"Sempre me coloquei à disposição para esse jogo. Sempre pensei nesse jogo. Minha mente estava preparada, me preparei fisicamente. A medicina e os exames podem retardar um pouco a volta, mas os exames deram OK, eu fisicamente estava bem. Semana cheia para quem volta de lesão ajuda bastante para dar mais confiança e não machucar novamente. O desgaste é muito grande, muitas viagens, mas estou 100% recuperado, bem fisicamente e à disposição do Lisca", falou.

"Eu amo o futebol, amo treinar e jogar, os médicos até pegam no meu pé porque quero acelerar a recuperação. Futebol é a minha vida, é tudo para mim", concluiu o zagueiro, que se prepara para a partida contra o Coritiba, na segunda-feira, às 20 horas (de Brasília), no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 21ª rodada do Brasileirão.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade