0

Com julgamento marcado, "novo" Diogo Vitor pede desculpa ao torcedor do Santos

16 abr 2019
06h18
atualizado às 06h18
  • separator
  • comentários

Diogo Vitor terá a chance de antecipar seu retorno ao futebol no dia 26 de abril, data do julgamento do recurso da pena de dois anos por uso de cocaína, exatamente um ano após a punição. O flagra no exame antidoping ocorreu depois da partida entre Santos e Botafogo-SP, em 21 de março.

O gancho de quatro anos foi reduzido para dois. Agora, a defesa de Diogo acredita na liberação. Não ter apresentado contraprova, com a admissão no tribunal, é um ponto a favor do jogador de 22 anos. Ao fim do julgamento, ele pode sair livre (se for condenado pelos 12 meses já cumpridos), cumprir mais seis meses (se a condenação final for de 12 meses) ou ficar mais um ano sem atuar (se a pena de 12 meses for mantida).

Arrependido, Diogo Vitor espera ansioso pela audiência, otimista para recuperar o tempo perdido e alcançar o perdão da torcida santista.

"Tenho esperança na redução da pena para que eu possa voltar a fazer o que eu mais amo. Tenho treinado na academia e fora, com bola. Estou bem focado no meu retorno. Peço desculpa por tudo, eu magoei todos vocês, mas fui o maior prejudicado. Quero agradecer a todos que me deram a mão. Eu sou outro Diogo Vitor. Vou mostrar isso para todos", disse o meia-atacante, em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva. 

"Muito obrigado aos torcedores que me apoiam até hoje e também aos que criticaram, não tiro a razão de vocês. Tenho de mostrar a todos que eu sou um Menino da Vila. Agradeço também ao presidente José Carlos Peres pela atenção e minha família, empresário e Deus pelo apoio", completou.

Diogo Vitor acompanha o Santos e vive a expectativa de ser dirigido pelo técnico Jorge Sampaoli em breve.

"Quero muito trabalhar com o Sampaoli e com o restante do grupo. Eu sei que errei, chateei mutas pessoas, em especial a torcida do Santos, mas vou voltar e mostrar que posso ajudar", garantiu.

"Assisto a todos os jogos. O time está muito bem. Espero voltar logo e encontrar meu espaço", concluiu.

De acordo com pessoas próximas a Diogo Vitor, o atleta está "focado", mantendo uma vidra regrada e sem exageros, muito menos recaídas. Ele está morando em São Paulo e dividirá apartamento com um de seus empresários. Em sua rotina, há sessões periódicas com uma psicóloga para conviver melhor com a distância dos gramados.

Diogo tem contrato com o Santos até 16 de fevereiro de 2021. O acordo está suspenso e o jogador não recebe salário, tampouco, por determinação da FIFA, pode utilizar a estrutura do Peixe.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade