1 evento ao vivo

Claudinei pede definição da diretoria santista sobre sua permanência

28 out 2013
08h28
atualizado às 12h51
  • separator
  • 0
  • comentários

Mesmo efetivado oficialmente desde o final de agosto, o técnico Claudinei Oliveira é frequentemente questionado sobre sua permanência no Santos em 2014. Na entrevista que concedeu em Araraquara, após o clássico deste domingo contra o Corinthians, o treinador santista pediu publicamente pela primeira vez que a diretoria se posicione em relação ao seu futuro.

<p>Claudinei Oliveira passa instruções ao Santos na Fonte Luminosa; time praiano tem a melhor campanha entre os times paulistas na Série A</p>
Claudinei Oliveira passa instruções ao Santos na Fonte Luminosa; time praiano tem a melhor campanha entre os times paulistas na Série A
Foto: Fernando Calzzani/Photopress / Gazeta Press

"O presidente parece estar satisfeito com o meu trabalho, mas ainda não confirmou a minha permanência. Eles (dirigentes) devem julgar que o que eu fiz até agora não garante a minha permanência", disse Claudinei.

Apesar de elogiar a atual comissão técnica santista, o gerente de futebol do clube praiano, Zinho, já disse em mais de uma oportunidade que a manutenção de Claudinei está condicionada aos resultados conquistados pela equipe.

"Preciso definir a minha vida também, não posso esperar até o dia 31 de dezembro, porque senão não ouço outras propostas. Quando tiver uma definição, espero que me falem, para eu não ficar à margem do mercado em 31 de dezembro, depois que todos os clubes já tiverem definido seus treinadores", declarou o técnico santista.

Claudinei Oliveira assumiu o comando do Santos no dia 31 de maio, após a demissão de Muricy Ramalho. O momento de maior turbulência por que passou o treinador foi após a goleada de 8 a 0 contra o Barcelona, no começo de agosto. A recuperação do time no Campeonato Brasileiro, no entanto, garantiu a permanência de Claudinei, que assinou novo contrato e ganhou reajuste salarial.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade