PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Carille revela que Gabriel Pirani pode voltar ao Santos contra o América-MG

Meia pode ser novidade na equipe santista para duelo de sábado, na Vila Belmiro. Jogador não entrou em campo no empate sem gols contra o Sport por causa de uma entorse no tornozelo

18 out 2021 09h28
| atualizado às 09h28
ver comentários
Publicidade

O Santos pode ter uma novidade para a partida contra o América-MG, no sábado, no estádio da Vila Belmiro, em Santos, pela 28.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Fábio Carille revelou que o meia Gabriel Pirani pode ser o único dos atletas que não atuaram no empate sem gols com o Sport, no domingo, no Recife, a retornar ao time.

Gabriel Pirani não foi relacionado para o jogo em Pernambuco por conta de uma entorse no tornozelo. "Desses daí (lista de jogadores lesionados), acredito que só o Pirani (volta contra o América-MG). Vamos conversar com o departamento médico para entender. (O zagueiro) Luiz Felipe não trabalha comigo e não joga há dois meses. Acredito que só o Pirani terá condições", explicou o treinador.

Fábio Carille informou ainda que um dos reforços do time para o segundo semestre, o atacante Léo Baptistão, deve ficar fora de combate por um período entre três semanas e um mês. O camisa 9 tem um problema na panturrilha. "Temos que evitar lesões. Perdemos o Léo por no mínimo 20 dias, talvez um mês", comentou.

O técnico aguarda a evolução física de Madson e Diego Tardelli para mexer no time titular do Santos. Ele gostaria de ter ambos no 11 inicial, mas está receoso em função das sucessivas lesões e do departamento médico cheio.

Madson teve uma lesão no púbis e ficou mais de um mês sem atuar. Após a recuperação, ganhou ritmo pelo time B na Copa Paulista e entrou no segundo tempo contra Grêmio, Atlético-MG e Sport. Diego Tardelli tem 36 anos e ficou quatro meses sem jogar entre a saída do Atlético-MG e a estreia santista. Foi arma de Fábio Carille na etapa final diante de Athletico-PR, Juventude, São Paulo, Grêmio, Atlético-MG e Sport. Ainda não foi escalado como titular.

"Pode ser (que seja a hora de Madson e Diego Tardelli serem titulares), mas esses jogadores buscam melhores condições. Madson ficou parado mais de um mês, Tardelli temos cuidado como deveríamos ter tido com o Léo Baptistão", disse.

Para enfrentar o América-MG, o Santos não contará com o suspenso Wagner Palha. Existe boa chance da equipe voltar a ter apenas dois zagueiros (Danilo Boza e o argentino Emiliano Velázquez). Dessa forma, Madson e Felipe Jonatan seriam os laterais. Pará e Moraes correm por fora.

Estadão
Publicidade
Publicidade