PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Favoritar Time

Carille relembra processo de adaptação no Santos e destaca boa relação com Rueda

19 jan 2022 06h20
| atualizado às 06h20
ver comentários
Publicidade

Um dos principais responsáveis por ajudar o Santos a se livrar de um inédito rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico Fábio Carille relembrou, em entrevista exclusiva à TV Gazeta, sobre o seu processo de adaptação no clube.

Contratado em setembro de 2021, o comandante passou por um momento conturbado na equipe. Em seus primeiros cinco jogos, foram apenas três empates e duas derrotas. Com o tempo, no entanto, ele foi ajeitando o time e, no fim, conseguiu cumprir a missão de manter o Alvinegro na primeira divisão.

"Minha chegada foi um pouco difícil, a situação do clube não era legal. Aos poucos o trabalho foi dando certo, terminamos bem em cima do que era o objetivo do Santos quando eu cheguei, que era não cair. A gente conseguiu terminar com 50 pontos, sete pontos à frente do primeiro que caiu. Agora estamos tendo um entendimento legal, não só eu com minha comissão, quanto com a diretoria e o presidente. Esperamos fazer um ano bem legal", disse.

Um dos grandes motivos que levou Carille ao Santos, aliás, foi Andres Rueda. O treinador destacou que recebeu ótimas referências do presidente e, por isso, decidiu aceitar o convite.

"O Rueda é uma pessoa muito séria. Quando eu aceitei assumir o Santos, é claro que eu falei com muitas pessoas, as informações sobre ele eram muito boas, muito fortes. Isso fez com que eu aceitasse", finalizou.

A temporada do Peixe começa oficialmente no dia 26 de janeiro, às 19 horas (de Brasília), contra a Inter de Limeira, fora de casa, pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade