PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Carille quer fortalecer linha de quatro no Santos

Na visão dele, o maior prejudicado com time desorganizado é o lateral

10 set 2021 07h17
| atualizado às 10h15
ver comentários
Publicidade

O técnico Fábio Carille, que se apresentou oficilamente na quinta-feira, vê falta de cobertura e quer fortalecer a linha de quatro defensiva do Santos. O treinador trabalha muito para ajustar a linha de quatro e evitar bola nas costas. Na visão dele, o maior prejudicado com time desorganizado é o lateral.

Carille durante o seu primeiro treino como novo técnico do Santos
Carille durante o seu primeiro treino como novo técnico do Santos
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Os laterais, principalmente Felipe Jonatan, cometeram erros defensivos recentes. O treinador, porém, quer reorganizar a equipe para detectar se o problema é ou não individual. Na primeira atividade, o esquema 4-1-4-1 foi esboçado.

Carille entende que o Santos precisa de um meio-campista defensivo, como Alison era. Além da ajuda dos pontas, o comandante quer a cobertura dos laterais. Sob o comando de Diniz, Camacho não tinha essa característica. Mas será estimulado a ajudar mais agora.

O novo comandante pediu um volante à diretoria. Enquanto isso, tem pouco tempo para treinos e vai adaptar o elenco como pode. Vinicius Balieiro, de 22 anos, é o único "cabeça de área" disponível. Ele ficou entre os reservas na quinta.

A escalação provável é: João Paulo, Pará, Robson, Wagner Palha e Felipe Jonatan; Camacho; Marcos Guilherme, Carlos Sánchez, Gabriel Pirani e Lucas Braga; Léo Baptistão.

A estreia será contra o Bahia neste sábado, na Vila Belmiro, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Haverá mais um treino na sexta.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade