PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Carille elogia entrega do Santos e diz fazer 'papel de pai' durante crise

Aliviado após a partida, o treinador revelou como vem administrando a situação difícil da equipe recheada de jovens jogadores

27 out 2021 23h43
| atualizado às 23h43
ver comentários
Publicidade

Em momento de crise no Santos, Fábio Carille alcançou seus objetivos na noite desta quarta-feira. Levou a equipe paulista à vitória, sobre o Fluminense por 2 a 0, e para fora da temida zona de rebaixamento do Brasileirão. Aliviado após a partida, o treinador revelou como vem administrando a situação difícil da equipe recheada de jovens jogadores: atuando como um pai para o elenco santista.

"Estou tentando fazer aqui um papel mais de pai, porque paulada está vindo de todos os lados. Não adianta eu, como treinador, fazer cobranças desnecessárias, cobranças que podem levar eles mais para baixo. O meu papel, e da comissão, é passar confiança, saber conversar com cada um deles, saber falar em grupo, de ser positivo no momento", disse o técnico. "Preciso mostrar os caminhos dentro de campo com trabalho e treinamento para eles se sentirem cada vez mais confiantes."

Carille disse usar a experiência que já viveu no Al-Ittihad, da Arábia Saudita, para transmitir tranquilidade aos seus jogadores. "Para falar a verdade, essa situação do Santos não está sendo a minha primeira experiência. Quando chego no Al-Ittihad, o time estava perto da zona de rebaixamento", lembrou.

A postura paternal foi vivida pelo técnico nesta quarta desde o primeiro tempo. "Acontecem coisas no jogo que trazem uma certa preocupação. Começamos muito bem. A bola parada acerta o travessão e não entra. Aí traz a preocupação de: 'Mais uma vez?'", disse, ao revelar o cuidado com a parte psicológica do elenco.

"É normal, somos seres humanos. Mas a equipe continuou se comportando muito bem, buscando, com entrega. Sabemos que o momento é esse, não vai dar para jogar bonito o tempo todo, vamos ter que fazer um jogo de entrega. Por isso parabenizar os atletas pela partida, pela parte técnica e imposição em campo."

Para Carille, o Santos fez uma de suas melhores partidas neste Brasileirão graças, principalmente, à dedicação em campo. "Foi um jogo de entrega, de determinação. Sabemos que o campeonato vai afunilando e a importância do resultado passa a ser de maior urgência. Os jogadores estão dedicados demais. É um grupo que trabalha, que vai para o CT e procura fazer o seu melhor. Esperamos que essa mudança possa ter começado hoje com este resultado positivo."

O técnico admitiu que vem fazendo contas a cada rodada para afastar o Santos da zona da degola. "Primeiro, nos preocupamos com os pontos. Trabalhamos com um número para alcançar, o quanto antes. Não é um número exato. As rodadas vão terminando e o número vai mudando. Mas o mais importante de tudo isso é a confiança no momento. É uma vitória que traz confiança. Se nos sacrificarmos jogo a jogo, junto com a qualidade de cada um, vamos saindo aos poucos dessa situação incômoda."

Estadão
Publicidade
Publicidade