PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Favoritar Time

Bustos pede paciência para Santos aprender a furar retrancas

Treinador avaliou que faltou paciência à equipe para construir jogadas diante do recuado Goiás, no domingo

16 mai 2022 10h42
| atualizado às 12h28
ver comentários
Publicidade

O técnico Fábian Bustos admitiu que o Santos jogou menos do que ele desejava na derrota para o Goiás, pelo Campeonato Brasileiro. Porém, o técnico considerou o resultado injusto e saiu do estádio da Serrinha com a "receita" para que tropeços como este não aconteçam mais.

Bustos quer ver o Santos jogando da mesma forma dentro e fora da Vila (Foto: JAVIER TORRES / AFP)
Bustos quer ver o Santos jogando da mesma forma dentro e fora da Vila (Foto: JAVIER TORRES / AFP)
Foto: Lance!

Em entrevista coletiva após o jogo, o treinador argentino foi questionado sobre quais lições tirou de um jogo contra um adversário bem armado e trancado na defesa, que saiu na frente com um gol no início de jogo. E lembrou de um jogo similar, mas que terminou bem para o Peixe.

- No primeiro tempo contra o Coritiba foi a mesma coisa. Precisamos ter tranquilidade, insistir - comentou o técnico, referindo-se à vitória por 3 a 0 sobre o time paranaense, na semana passada.

Segundo Bustos, o Goiás jogou com "muita gente atrás da bola" e, por isso, o Santos acabou se complicando.

- Temos que saber que para abrir um jogo contra uma equipe que coloca muita gente atrás da bola temos que ter paciência, insistir, rodar a bola, fazer triangulações. Ser mais agressivo e com efetividade. Melhorar a finalização. Hoje não fizemos.

Questionado sobre a irregularidade santista fora de casa no comparativo com os bons resultados em casa, Bustos preferiu não polemizar, como fez o zagueiro Maicon, que lembrou dos erros de arbitragem.

- Temos que pensar jogo a jogo. Temos que seguir forte em casa e tentar conseguir resultados fora de casa - concluiu.

Lance!
Publicidade
Publicidade