PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Favoritar Time

Bustos enaltece desempenho do time na Vila, mas diz que Santos precisa 'ser mais forte'

Goleada sobre o Cuiabá não satisfaz treinador argentino, que quer ver melhora na equipe nos próximos desafios

9 mai 2022 08h10
ver comentários
Publicidade

Sem perder como mandante desde que foi derrotado por 3 a 0 pelo São Paulo no Paulistão, o Santos sabe que tem a Vila Belmiro como um diferencial, mas o técnico Fabián Bustos não quer o time acomodado com essa ideia. O argentino avalia que os santistas precisam ser mais fortes na sequência da temporada para se permitirem sonhar com objetivos maiores.

"O clima (na Vila) faz com que a gente se sinta cômodo, porém é preciso trabalhar partida por partida para tentar ser o melhor. Ainda temos muitos jogos fora, com viagens, fora do país. Agora, em maio, serão mais partidas em casa e tentaremos ser mais fortes, tentaremos conseguir os resultados, tentaremos crescer ainda mais como equipe e sair competitivo, que é o que queremos", avaliou o treinador.

Depois da animadora goleada por 4 a 1 sobre o Cuiabá no domingo, o time do litoral ficou com a vice-liderança do Brasileirão, com dez pontos, dois atrás do líder Corinthians. Agora, se prepara para outro compromisso em casa na quinta-feira, contra o Coritiba, pela rodada de volta da terceira fase da Copa do Brasil.

Derrotado por 1 a 0 no jogo de ida, fora de casa, no dia 20 de abril, o Santos confia que pode vencer o adversário, pois fez isso três dias antes da derrota. No dia 17, enfrentou a equipe paranaense na Vila, pelo Brasileirão, e venceu por 2 a 1.

"Não quero que seja como o segundo jogo, mas como o primeiro. Um jogamos bem, outro mal. No primeiro tempo (do segundo jogo) defendemos muito mal. Vamos ver como está o time na terça-feira e começar a definir. São uma boa equipe, com bons jogadores, com pontas rápidos, jogam bem, boa bola parada. Tem muitas coisas a analisar e precisamos ser precisos para conquistar o resultado. Vamos tentar dar uma alegria para a nossa torcida", comentou Bustos.

Para avançar direto às oitavas de final, o Santos precisa de uma vitória por dois gols de diferença na quinta-feira. Caso consiga vencer por vantagem de apenas um gol, leva a decisão aos pênaltis.

Estadão
Publicidade
Publicidade