3 eventos ao vivo

Após quatro meses da primeira conversa, Santos segue sem acordo com joia da base; veja situação

7 out 2019
08h18
atualizado às 08h18
  • separator
  • 0
  • comentários

O Santos começou a conversar com Marisa Alija, advogada e representante de Marcos Leonardo, em junho. E após quatro meses, ainda não há acerto pelo primeiro contrato profissional do atacante destaque das categorias de base.

Santos transforma primeiro contrato profissional de Marcos Leonardo em novela (Ivan Storti)
Santos transforma primeiro contrato profissional de Marcos Leonardo em novela (Ivan Storti)
Foto: Gazeta Esportiva

De acordo com pessoas próximas ao jovem de 16 anos, houve o "sim" para valores iniciais menores que os praticados e, mesmo assim, o Peixe não responde. Diante do impasse, agente e familiares começam a pensar nas possibilidades legais aplicáveis ao caso.

O presidente José Carlos Peres, porém, afirma que há a tentativa de acerto rapidamente. Em agosto, o mandatário disse à Gazeta Esportiva que faltava "apenas a homologação do Comitê de Gestão".

"Negociando. Estamos tentando acertar logo", resumiu Peres, no último domingo, em novo contato com a reportagem.

Marcos Leonardo treinou com o grupo principal e fez um dos gols do Peixe em jogo-treino contra o São Bento, em junho, mas foi "barrado" por causa da situação contratual e tem atuado pelo sub-17 ou sub-20. Ele tem 16 anos e marcou mais de 100 vezes nas categorias de base.

O centroavante tem vínculo de formação até maio de 2020 e pode assinar um acordo profissional desde 2 de maio deste ano, quando completou 16 anos. O Santos espera assinar contrato de cinco temporadas, com 100% dos direitos econômicos e multa rescisória de 100 milhões de euros (R$ 450 mi).

O técnico Jorge Sampaoli vê muito potencial em Marcos Leonardo e quer lapidá-lo para começar a ganhar minutos em 2020. Rodrygo, negociado com o Real Madrid (ESP), também foi promovido aos 16 anos.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade