PUBLICIDADE
Logo do

Santa Cruz

Meu time

Torcedores do Santa Cruz invadem gramado após queda na Pré-Copa do Nordeste; assista ao vídeo

Clube viveu temporada de baixo rendimento em todas as competições, foi rebaixado na Série C e não disputará a Copa do Brasil em 2022

20 out 2021 12h08
| atualizado às 16h16
ver comentários
Publicidade

De maneira um tanto quanto melancólica, a temporada de baixo rendimento geral do Santa Cruz se encerrou na última terça-feira (19) com a queda na Pré-Copa do Nordeste 2022 em plena Arena Pernambuco, nos pênaltis, diante do Floresta-CE.

E, como se não bastasse o contexto triste que se deu o confronto para os torcedores do Santa com a eliminação confirmada, um fato lamentável foi visto com a invasão de diversos torcedores ao gramado enquanto os atletas se dirigiam aos vestiários.

Invasão de alguns torcedores do Santa Cruz ao gramado da Arena Pernambuco (Reprodução/Twitter)
Invasão de alguns torcedores do Santa Cruz ao gramado da Arena Pernambuco (Reprodução/Twitter)
Foto: Lance!

Em vídeos que circulam nas redes sociais, é possível ver o exato momento onde os últimos jogadores do time Coral saíam do gramado e, quase que imediatamente, um grupo de torcedores saltava o limite das arquibancadas e corriam em direção ao túnel de acesso para os vestiários. Já na parte interna do estádio, segundo relatos feito pelo portal 'ge', houve a tentativa de invadir o espaço reservado aos atletas com a quebra da porta de vidro com o uso de mesas e outros materiais de propriedade do Santa Cruz.

De acordo com comunicado emitido pela Polícia Militar do estado, algumas pessoas foram detidas após a invasão do gramado onde uma delas, sem ter o nome revelado, foi apontada como responsável por uma acalorada discussão com o meio-campista Lelê.

Em outra parte das instalações da Arena Pernambuco, mais precisamente no estacionamento, a conselheira Ana Duarte foi agredida por outro torcedor do Santa Cruz enquanto tentou defender seu filho de ameaças feitas pela pessoa identificada como Heitor Durval Dantas. Após ser conduzido a Delegacia de Repressão a Intolerância Esportiva, assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e ser levado posteriormente ao Batalhão de Choque ao Juizado do Torcedor, foi determinado que Heitor responderá o processo em liberdade.

Lance!
Publicidade
Publicidade