1 evento ao vivo

No jogo dos rebaixados, Sampaio vence o Boa no Castelão para 490 pessoas

17 nov 2018
19h00
atualizado às 19h21
  • separator
  • comentários

Sampaio Corrêa e Boa Esporte fizeram o que era esperado das equipes neste sábado: um jogo sem emoção. Com as duas equipes já rebaixadas à Série C do Campeonato Brasileiro, o Bolívia Querida venceu por 1 a 0 no Castelão.

O início de jogo teve a emoção que Sampaio Corrêa e Boa Esporte não conseguiram produzir durante toda a Segundona. Antes de o primeiro minuto de jogo ser completado, Uilliam Barros sofreu pênalti, convertido pelo próprio atacante no rebote da defesa de Igor.

Na sequência, porém, o jogo teve trocas de passes sem objetividade de ambos os lados. O Sampaio arriscou mais jogadas de velocidade, mas pecou nas conclusões, especialmente com Fernando Sobral.

Os mineiros também se esforçaram para levar perigo ao gol adversário, mas a falta de qualidade pesou. Alyson, Tubarão e Kaio tiveram oportunidades de igualar o duelo, mas desperdiçaram.

Na etapa final, o desenho se manteve, mas o ritmo caiu ainda mais. Barbio teve a única chance visitante, enquanto Uilliam arriscou de longe na única chegada do Bolívia Querida. O mais surpreendente nos 45 minutos finais foi o anúncio do público no Castelão: 490 torcedores testemunharam a partida entre os rebaixados.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORREA 1 X 0 BOA ESPORTE 

Local: Estádio Castelão, em São Luís (MA)

Data: 17 de novembro de 2018, sábado

Horário: 17 horas (Brasília)

Árbitro: Léo Simão Holanda (CE)

Assistentes: Nailton Júnior da Silva Oliveira e Jailson Albano da Silva (CE)

Público:490 torcedores

Renda: R$ 3.345

Cartões amarelos: Eloir, Julinho e Maracás (SAMPAIO);

Cartão vermelho: Machado (dois amarelos) (BOA ESPORTE)

GOL

SAMPAIO CORRÊA: Uilliam, no primeiro minuto de jogo

SAMPAIO: Gustavo Busatto; Bruno Moura, Joécio, Maracás e Julinho; Diego Silva, Fernando Sobral e Danielzinho (Eloir); Misael (Adilson Goiano), Matheusinho (Bruninho) e Uillian Barros

Técnico: Marcinho Guerreiro

BOA ESPORTE: Igor Ryan; Djavan, Caíque, Luan e Alyson (Daniel Cruz); Cloves (PH), Thallyson (Aldo), Machado e Bruno Tubarão; William Barbio e Kaio Cristian.

Técnico: Tuca Guimarães

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade