PUBLICIDADE

Promotores afirmam que irão recorrer da pena de Pistorius

27 out 2014 - 12h17
(atualizado às 12h42)
Ver comentários

Nesta segunda-feira, procuradores da África do Sul afirmaram que vão recorrer da pena de cinco anos de cadeia por homicídio culposo proferida a Oscar Pistorius.

"NPA (Autoridade Nacional de Processo) irá apelar tanto a condenação quanto a sentença", disse o porta-voz Nathi Mncube.

Pistorius começou seus cinco anos de prisão na semana passada, após ter sido condenado por homicídio culposo, apesar de não ter sido condenado por uma acusação mais grave de assassinato.

<p>Pistorius está a uma semana na cadeia após condenação por homicídio</p>
Pistorius está a uma semana na cadeia após condenação por homicídio
Foto: Herman Verwey / Getty Images

O estado tinha procurado provar que Pistorius atirou deliberadamente em sua namorada, Reeva Steenkamp, 29 anos, que morreu no Dia dos Namorados no ano passado.

Mas o juiz Thokozile Masipa não encontrou provas suficientes que condenassem o ex-atleta por um assassinato premeditado.

Advogados criminais da África do Sul expressaram choque ao saberem que Masipa acha que Pistorius não preveu que alguém poderia morrer quando ele disparou os tiros.

Especialistas reclamam de que isso pode abrir portas para que alguns abusem da lei, ou que pessoas acreditem que estaria tudo bem atirar de forma irresponsável.

Steenkamp foi baleada quatro vezes através da porta do banheiro, onde estava trancada na casa de Pistorius, em Pretoria, horas antes do Dia dos Namorados.

O ex-atleta paralímpico e olímpico afirmou que acreditava que um intruso estava em sua casa e não disparou a pistola conscientemente.

Sul-africanos criticam a sentença dada por Masipa, alguns acham que os cinco anos que Pistorius foi condenado é uma punição branda, já que em menos de um ano ele pode ter liberdade condicional.

 

Fonte: Lancepress! Lancepress!
Publicidade
Publicidade