0

Ponte Preta desencanta, marca três e vence Mirassol em casa

30 jan 2019
21h26
atualizado às 21h27
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois de ficar os três primeiros jogos do Campeonato Paulista sem marcar gols, a Ponte Preta desencantou nesta quarta-feira diante de quase 2.700 torcedores no Moisés Lucarelli. Em jogo válido pela quarta rodada do estadual, a Macaca recebeu o Mirassol e venceu por 3 a 0 com gols de Léo Baiano (contra) e Thalles (2).

Com sua primeira vitória na competição, a Ponte Preta vai a cinco pontos e fica na vice-liderança do Grupo A com a mesma pontuação do Red Bull Brasil, mas com vantagem no saldo de gols. Por outro lado, o Mirassol continua com quatro pontos e fica na lanterna do Grupo C.

Ponte sai na frente com gol contra

A Ponte Preta precisou de apenas quatro minutos para abrir o placar, mas em gol contra. Após cobrança curta de escanteio, Gérson Magrão cruzou rasteiro e Léo Baiano tentou afastar pela linha de fundo, mas acabou jogando contra o patrimônio.

A resposta do Mirassol veio rápido, aos seis minutos. Após cobrança de falta cruzada, o atacante Rodolfo desviou de costas para o gol e quase na linha da grande área. Mesmo assim, a bola acertou o travessão de Ivan e assustou a torcida no Moisés Lucarelli.

Depois do susto, a Ponte Preta passou a dominar o jogo. Aos 17 minutos, Thalles foi lançado, invadiu a área e chutou rasteiro rente à trave. Aos 20, o mesmo Thalles pegou rebote do goleiro após chute de Gérson Magrão e finalizou de cabeça, novamente com perigo. Já aos 28, foi a vez de Gérson Magrão desperdiçar grande chance.

Thalles desencanta e dá a vitória à Ponte

Depois de perder várias chances no primeiro tempo, a Ponte Preta marcou seu segundo gol na partida aos quatro minutos da etapa final. A marcação do Mirassol falhou, deixando Thalles sozinho perto da área. O camisa 9 recebeu de Magrão e encheu o pé, marcando um golaço — o primeiro por conta própria da Ponte Preta no Paulistão.

O próprio Thalles foi o responsável pelo terceiro gol da Ponte. Aos 17 minutos, Carlos Renato derrubou Igor Henrique na área e a arbitragem marcou pênalti no lance. Na cobrança, o atacante deslocou o goleiro Matheus Aurélio e ampliou a vantagem da Veterana para 3 a 0.

Com três gols de desvantagem, o Mirassol partiu para o ataque, mas não conseguiu furar a defesa da Ponte, que só sofreu um gol no Paulistão. Aos 22 minutos, Jean Carlos arriscou de fora da área para boa defesa de Ivan. Aos 26, o zagueiro William Alves cabeceou com perigo.

Nos acréscimos e perdendo por 3 a 0, o Mirassol tentou descontar no tudo ou nada. Aos 43 minutos, o atacante Wilson se livrou da marcação e finalizou dentro da área, mas mandou a bola por cima. Já aos 47, na última chance do jogo, Jean Carlos cobrou escanteio fechado, mas o goleiro Ivan demonstrou atenção e defendeu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade