PUBLICIDADE
Logo do

Ponte Preta

Favoritar Time

Com gol contra bizarro, Operário-PR vence a Ponte Preta pelo Brasileiro da Série B

Com um gol em cada tempo, o Fantasma venceu a Macaca e assumiu a vice-liderança do Brasileirão da Série B

16 abr 2022 13h08
| atualizado às 14h18
ver comentários
Publicidade

Na manhã deste sábado (16), no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, em jogo válido pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o Operário-PR venceu a Ponte Preta pelo placar de 2 a 0. Destaque para o gol contra bizarro que Bernardo, zagueiro da Macaca, acabou marcando a favor do Fantasma. O time paranaense fechou o marcador na segunda etapa em gol marcado por Thales. Com o resultado, o Operário-PR subiu para a 2ª colocação, com 4 pontos. A Ponte permanece com 1 ponto e no 15º lugar.

Foto: Twitter Operário-PR
Foto: Twitter Operário-PR
Foto: Lance!

Na próxima rodada, a Ponte Preta enfrenta o CRB, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, dia 23 de abril. No dia seguinte, a equipe do Operário-PR visita o Náutico, no estádio dos Aflitos, em Recife.

A partida

PRIMEIRO TEMPO

PRESSÃO DO OPERÁRIO

Jogando em casa, o Operário-PR foi para cima da Ponte Preta e fez grande pressão em busca do gol, que poderia ter saído aos 16 e 18 minutos do primeiro tempo, mas o chute cruzado de Paulo Sérgio acabou indo para fora e a finalização de Felipe Garcia parou em Caíque França.

OPERÁRIO ABRE O PLACAR EM GOL CONTRA BIZARRO

O Fantasma mandava no jogo e tudo indicava que o gol seria questão de tempo. E saiu aos 25 minutos e de forma bizarra. Reina tentou passe para Thomaz na área, Bernardo, lateral-direito da Macaca, foi afastar o perigo e acabou jogando para dentro do próprio patrimônio de calcanhar: 1 a 0 para o Operário-PR.

MACACA ATÉ TENTOU, MAS QUEM QUASE MARCOU FOI O OPERÁRIO-PR

A única chance da Ponte Preta surgiu exatamente aos 30 minutos da etapa inicial. Em bola levantada na área, Fabrício cabeceou perto da trave. Mas o Operário-PR continuou melhor e poderia ter aberto o placar no fim do primeiro tempo em lance de Thomaz. O meia deu um belo drible em Bernardo dentro da área e chutou rasteiro, só que Caíque França estava bem colocado e conseguiu fazer a defesa.

SEGUNDO TEMPO

PONTE PRETA VOLTA MELHOR

Ao contrário da etapa inicial, a Ponte Preta voltou impondo seu jogo e pressionando o Operário-PR. A pressão da Macaca, inclusive, obrigou o treinador do Fantasma a trocar três jogadores em busca da melhora do seu time.

A MACACA ACERTA O TRAVESSÃO, O FANTASMA ACERTA O GOL

A pressão da equipe paulista era grande e o gol de empate parecia cada vez mais maduro. E poderia ter saído aos 19 minutos da etapa complementar. Só que o chute de Léo Naldi acabou explodindo na trave.

A resposta do time paranaense veio três minutos depois e em forma de gol. Na primeira oportunidade criada pelo Fantasma na etapa complementar, Saraiva fez ótima jogada pelo lado esquerdo e bateu cruzado, Thales estava esperto no lance e desviou para ampliar: 2 a 0 para o Operário-PR.

OPERÁRIO-PR CONTROLA O JOGO E GARANTE A VITÓRIA

Mesmo tomando o segundo gol, a Ponte Preta continuou lutando em busca de diminuir o marcador. Só que o Operário-PR conseguiu controlar bem a partida e administrar o resultado para, sem sofrer, garantir a vitória e os três pontos.

OPERÁRIO-PR 2 x 0 PONTE PRETA - CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE B

Estádio: Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR)

Data/horário: 16 de abril de 2021, às 11h (de Brasília)

Árbitro: Paulo Henrique Schleich Vollkopf (MS)

Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Leandro dos Santos Ruberdo (MS)

VAR: Marco Aurelio Augusto Fazekas Ferreira (MG)

Cartões Amarelos: Fernando Neto (OPE); Danilo Gomes (PON)

Cartões Vermelhos: Moisés Ribeiro (PON) (no banco)

GOLS: Bernardo (Contra), 25'/1ºT (1-0) (OPE); Thales, 21'/2ºT (2-0) (OPE).

OPERÁRIO-PR (Técnico: Claudinei Oliveira)

Vanderlei; Arnaldo (Lucas Mendes, aos 15'/2ºT), Thales, Reniê e Fabiano; André Lima, Fernando Neto, Reina (Júnior Brandão, aos 27'/2ºT) e Thomaz (Felipe Saraiva, aos 15'/2ºT); Felipe Garcia (Ricardinho, aos 15'/2ºT) e Paulo Sérgio (Tomas Bastos, aos 31'/2ºT).

PONTE PRETA (Técnico: Hélio dos Anjos)

Caíque França; Bernardo (Igor Formiga, aos 28'/2ºT), Thiago Oliveira, Fabrício e Artur; Felipe Amaral (Nicolas, aos 28'/2ºT), Léo Naldi, Wesley (Ramon Carvalho, no intervalo) e Matheus Anjos (Echaporã, no intervalo); Lucca e Danilo Gomes.

Lance!
Publicidade
Publicidade