3 eventos ao vivo

Polícia da Bulgária prende seis por ofensas racistas em jogo

"estamos procurando mais três, já que coletamos indícios de seu envolvimento nos incidentes", informou a polícia

16 out 2019
12h52
atualizado às 13h01
  • separator
  • 0
  • comentários

A polícia da Bulgária informou nesta quarta-feira que prendeu seis pessoas ligadas às ofensas racistas cometidas contra jogadores negros da Inglaterra durante uma partida das eliminatórias da Euro 2020 em Sófia, e que mais prisões são prováveis.

Torcedores da Bulgária fazem saudações nazistas durante jogo com a Inglaterra em Sófia
14/10/2019
Action Images via Reuters/Carl Recine
Torcedores da Bulgária fazem saudações nazistas durante jogo com a Inglaterra em Sófia 14/10/2019 Action Images via Reuters/Carl Recine
Foto: Reuters

A Inglaterra venceu a Bulgária por 6 x 0 na segunda-feira, impondo aos anfitriões sua pior derrota em casa, mas a partida foi maculada por uma parcela de torcedores locais que agrediu jogadores visitantes com saudações nazistas e imitações de macaco.

"Seis pessoas foram detidas até agora e estamos procurando mais três, já que coletamos indícios de seu envolvimento nos incidentes", disse o delegado Georgi Hadzhiev, diretor do departamento de polícia de Sófia.

Hadzhiev acrescentou que a operação ainda está em andamento e que a corporação está tentando identificar mais suspeitos.

A partida de segunda-feira no estádio Vasil Levski foi interrompida pelo árbitro croata, conforme um protocolo de três etapas criado pela Uefa, a entidade que governa o futebol europeu.

A Uefa disse que iniciou procedimentos disciplinares contra a Bulgária devido a uma série de acusações, incluindo comportamento racista e lançamento de objetos.

Veja também:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade