0

Passagem de tufão pode afetar programação do GP do Japão

Com fortes chuvas, Hagibis deverá passar na região de Suzuka

9 out 2019
11h00
  • separator
  • 0
  • comentários

A programação deste sábado (12) do Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1, em Suzuka, poderá ser afetada por conta da passagem do tufão Hagibis, considerado o mais forte que atingirá o país neste ano.
    A forte tempestade e os ventos que poderão atingir até 300 km/h deverão passar na região onde está o circuito japonês. O Hagibis poderá cancelar a sessão de qualificação de sábado para domingo (13), mesmo dia da corrida.
    Os serviços de meteorologia do Japão ainda não sabem o momento e o exato local onde o tufão tocará no solo do país. A Federação Internacional do Automobilismo (FIA), por sua vez, está monitorando de perto a situação e não informou nenhuma mudança na programação da prova.
    Essa não é a primeira vez que um tufão atrapalha o GP do Japão.
    Em 2014, a corrida em Suzuka foi realizada sob péssimas condições climáticas em decorrência da passagem de um fenômeno.
    Na ocasião, foi cogitada a mudança de domingo para segunda-feira, mas a direção de prova preferiu seguir a programação.
    Nas últimas voltas do GP, o clima piorou bastante e o piloto Jules Bianchi, da Marussia, perdeu o controle do seu monoposto e acertou em cheio um trator que retirava o carro do alemão Adrian Sutil. O francês de 25 anos morreu meses depois por conta das lesões cerebrais que sofreu.
    A corrida em Suzuka poderá definir a Mercedes como campeã do campeonato de construtores e deixar Lewis Hamilton muito próximo do hexacampeonato. Caso o britânico vença, faça a melhor volta da prova e Valtteri Bottas não pontue, o piloto poderá ficar apenas cinco pontos do título.

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade